Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

Apesar das incertezas sobre a compra de 90% das ações da SAF do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno continua se manifestando publicamente como investidor do clube. Depois da classificação à final do Campeonato Mineiro, garantida com uma vitória por 2 a 1 sobre o Athletic nas semifinais, o ex-atacante usou as redes sociais para comemorar.

“Estamos na final! Parabéns a toda a equipe pela entrega e raça. Vamos por muito mais ainda”, escreveu em publicação no Twitter. O time não chegava à final do estadual há dois anos. Por isso, a vaga conquistada neste final de semana dá força para Ronaldo, que vem participando ativamente do planejamento desde dezembro, entre os torcedores e vira argumento para convencer o Conselho Deliberativo a aprovar sua proposta.

Uma reunião extraordinária está marcada para o dia 4 de abril. Nela, serão discutidas mudanças solicitadas por Ronaldo para selar o acordo de aquisição da SAF (Sociedade Anônima de Futebol). As principais solicitações são o arrendamento das Tocas da Raposa I e II, um pedido de recuperação judicial ou extrajudicial e a exploração das atividades de futebol do clube.

Atualmente na Espanha, o ex-jogador de 45 anos deve vir ao Brasil para acompanhar as finais do Campeonato Mineiro. O adversário será conhecido na noite deste domingo, após o duelo entre Atlético-MG e Caldense. A probabilidade de um clássico é alta, pois os atleticanos venceram o jogo de ida, em Poços de Caldas, por 2 a 0.

Independente do adversário, o Cruzeiro mantém o otimismo e já sabe qual postura será adotada. De acordo com o treinador Paulo Pezzolano, os jogadores precisam manter o espírito mostrado no Mineirão neste sábado, quando o técnico ficou muito satisfeito com a atuação de seus comandados.

“Vamos jogar a final, seja com quem seja, teremos esse time que vimos aqui: Intenso e com muita fome”, disse Pezzolano. “Nunca falo para o jogador ganhar, falo para melhorar. É uma confiança de seguir no caminho certo. Fazer melhor, porque os rivais sabem como jogamos, o que fazemos”, completou.