Economia

AIE piora previsão de queda na demanda global por petróleo em 2020

A Agência Internacional de Energia (AIE) piorou suas perspectivas para a demanda por petróleo neste ano diante dos impactos futuros da segunda onda de covid-19. A entidade, com sede em Paris, revisou para baixo em 400 mil de barris por dia (bpd) a projeção para a queda do consumo global da commodity, que deve ser de 8,8 milhões de bpd (ante 8,4 milhões), conforme relatório mensal publicado hoje.

Para 2021, porém, a AIE está mais otimista. Espera que a demanda por petróleo ao redor do globo cresça em 5,8 milhões de bpd ante 5,5 milhões no mês passado. “É improvável que as vacinas aumentem significativamente a demanda até o próximo ano”, justificou a AIE, no documento.

A oferta global por petróleo cresceu 200 mil de barris por dia em outubro, para 91,2 milhões de bpd. De acordo com a AIE, a produção dos países participantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) manteve-se praticamente estável. O cumprimento do acordo de corte da produção de petróleo ficou em 103%, mesmo patamar de setembro.

De acordo com a AIE, a produção global de petróleo caiu em setembro, uma vez que as paralisações por conta de furacão nos EUA não foram totalmente compensadas por uma maior atividade em outras regiões. Os estoques da OCDE tiveram retração de 19,7 milhões de barris no período, segundo mês seguido de retração. Estão, assim apenas 51 milhões de bpd abaixo de seu pico em maio.

No terceiro trimestre, os estoques globais observados tiveram retração de 800 mil de barris por dia. Os dados preliminares de outubro mostram, conforme a AIE, os estoques de petróleo caindo 8,4 milhões de bpd nos EUA, 8,3 milhões na Europa e 1,2 milhão no Japão.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Em novembro, a oferta mundial de petróleo pode aumentar mais de 1 milhão de bpd, conforme a AIE, citando a recuperação dos EUA após os furacões no Golfo do México e ainda a produção na Líbia. A produção de produtores fora da Opep+ deve cair 1,3 milhão de bpd neste ano e aumentar em 200 mil bpd em 2021.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ Ex-jogadora de futebol, Madelene Wright, começa a vender fotos sensuais após ser demitida do time
+Iveco fornecerá 1.048 caminhões blindados 8×8 ao Exército Alemão
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!
+ Modelo e atriz italiana paga promessa e posta foto ‘só de máscara’ após vitória da Lazio
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel