Geral

Agressor tenta disfarçar marretadas em cadela com tinta vermelha

Crédito: Talita Portilho/Divulgação

Agressor jogou tinta para esconder os ferimentos do animal (Crédito: Talita Portilho/Divulgação)

Um cadela foi resgatada após levar marretadas na cabeça e desmaiar em Lajeado, na região central do Tocantins, na quinta-feira 6. Segundo a polícia, para disfarçar o sangramento, o agressor jogou tinta vermelha no animal. O suspeito confessou as agressões e foi liberado da delegacia. A cadela está em estado grave. As informações são do G1.

A cadela foi resgatada pela estudante Talita Portilho, que é vizinha do suspeito e foi ao local depois de ouvir os gritos. Talita denunciou os maus-tratos e disse que, quando ameaçou chamar a polícia, o homem jogou tinta vermelha no animal. A estudante disse que o cão estava ensanguentado e chegou a desmaiar.

O suspeito de 55 anos foi levado para a delegacia de Miracema, confessou a agressão, mas disse que estava embriagado e se arrependeu. Ele vai responder pelo crime em liberdade.

Um veterinário prestou os primeiros socorros, mas por causa da gravidade, a cadela vai ser levada para uma clínica veterinária de Palmas. A jovem disse que vai precisar de doações para arcar com o tratamento e o animal vai ficar disponível para adoção.