Esporte

Agência Mundial Antidoping denuncia ataques de hackers

A base de dados da Agência Mundial Antidoping (Wada) está sendo atacada por hackers há semanas, denunciou nesta quarta-feira o presidente do organismo, Craig Reedie, em uma entrevista à rádio britânica BBC.

Suas declarações foram feitas um dia após a Wada revelar que o grupo de hackers russo APT28, também conhecido como Fancy Bears, se infiltrou na base de dados da agência.

O grupo de hackers divulgou informações relacionadas a vários atletas americanos, como a ginasta Simone Biles, as irmãs tenistas Serena e Venus Williams e a jogadora de basquete Elena Delle Donne.

As informações pretendiam sugerir o uso de substâncias proibidas, mas se referiram a medicamentos autorizados em caso de tratamento médico pontual, disse Reedie.

Reedie, que também é membro do Comitê Olímpico Internacional, disse ter poucas dúvidas de que o ataque tenha sido proveniente da Rússia, apesar da negativa do governo de Moscou.

“Temos informações muito confiáveis de que (os hackers) têm estreitas conexões na Rússia”, afirmou Reedie.

“Estão atacando nosso sistema há semanas”, afirmou.

“É um ataque ao sistema antidoping, e é de pouca ajuda neste momento”, acrescentou Reedie, referindo-se às tentativas de normalizar a situação da Rússia após o relatório independente, encomendado pela Wada, que informou sobre um sistema antidoping em grande escala organizado pelas autoridades russas.

pi/al/psr/ma

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel