Economia

AES Tietê assina contrato para comercializador varejista do Senac

A AES Tietê anunciou um contrato para atendimento do Senac São Paulo no mercado livre, na modalidade de comercializador varejista. A geradora venceu um processo licitatório e será responsável pela gestão e fornecimento de energia para 55 unidades da instituição atendidas em alta tensão, incluindo escolas, hotéis e escritório, que realizarão a migração do mercado cativo (das distribuidoras) para o Ambiente de Contratação Livre (ACL).

O contrato tem prazo de cinco anos, de 2020 a 2024, com volume estimado de 3,5 MW, e representa uma economia na ordem de 17% com os gastos de energia.

“A contratação vai permitir ao Senac adquirir energia com redução de custos, flexibilidade e poder de decisão. Outras vantagens são a maior previsibilidade de gastos, menor burocracia e riscos operacionais minimizados”, afirmou o gerente de materiais e serviços do Senac São Paulo, José Maria da Silva Oliveira.

O contrato no modelo varejista tem sido pouco utilizado no mercado livre, mas é considerado indicado principalmente para empresas com múltiplas unidades de consumo, que querem aderir ao mercado livre mas querem evitar a complexidade operacional do segmento, com suas diversas obrigações junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Neste caso, o comercializador varejista fica responsável por toda e qualquer interação com instituição.

Além do Senac São Paulo, a AES Tietê também atende ao McDonald’s no modelo varejista.

Conforme anunciou a empresa recentemente, a geradora será responsável, a partir de 2020, da migração para o mercado livre de todas as lojas da rede nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, no total de 196 unidades.