Brasil

Advogado Frederick Wassef é barrado no STF porque não comprovou vacinação

Crédito: Reprodução/TV Globo

O advogado Frederick Wassef teve a entrada barrada na terça-feira (30) no Supremo Tribunal Federal (STF) porque não apresentou certificado de vacinação contra a Covid. A apresentação do comprovante de vacinação e o uso de máscara são obrigatórios para entrar no STF desde o último dia 3. As informações são do G1.

A Segunda Turma da Corte julgava um processo envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ). Por 3 votos a 1, uma ação do Ministério Público do Rio foi rejeitada e o foro privilegiado do parlamentar no caso das chamadas “rachadinhas” foi mantido. Wassef chegou a informar que estaria presencialmente no STF para acompanhar o julgamento.

No entanto, o advogado não foi autorizado a ingressar no tribunal “por não apresentar o comprovante de vacinação”. “Informado pela segurança de que poderia participar de forma online, o advogado foi receptivo às regras”, informou o STF.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua