ISTOÉ Gente

Advogado de Emilly Araújo, Newton Dias chama atenção de Rainha Matos

Para quem não sabe, a vencedora do BBB17 e atual contratada da RedeTV, Emilly Araújo entrou com uma ação de difamação contra Rainha Matos, conhecida por ser influenciadora através de seu Instagram de notícias sobre famosos.

Pois bem, nesta quarta-feira, dia 10, estava marcada a audiência em Eldorado do Sul para que André Luiz da Silva, a Rainha Matos, apresentasse sua defesa no caso. Emilly não pode comparecer apresentando atestado de seu otorrinolaringologista, como dito pelo seu advogado, o especialista em crimes virtuais, Newton Dias. Por sua vez, André também não compareceu à audiência.

Na noite desta quarta-feira, através de seu Instagram, Rainha Matos postou a sentença do juiz que extingue o processo por ambas as partes não terem comparecido à audiência. E Rainha Matos deu a entender na legenda, que Emillyarregou”.

Newton Dias, então, fez um post em seu Instagram a acusando de mais uma mentira alegando que Emilly apresentou atestado médico e a Rainha não compareceu sem quaisquer justificativa. A acusando de ser a “fujona” da história. E mais, que se for preciso, caso o processo seja realmente extingue, entrará na seara crime por injúria e difamação no fórum de São Paulo.

Através de vídeo, a pedido da assessoria de Emilly e da mesma, Newton Dias, indignado, também diz que o advogado de Rainha Matos já copiou alegações de defesa de um processo do político Ciro Gomes, em uma audiência anterior. E mais, que Emilly ter ido ao cabelereiro no dia da audiência não quer dizer absolutamente nada: “Que eu saiba o fato dela ter ido ao cabeleireiro não tem nada a ver com problema de garganta, não é verdade? Ela não tá com problema de calvície”, dispara o renomado advogado.

Lembrando que Rainha Matos já coleciona outros processos de outros famosos, dentre eles está Mileide Mihaile, Carlinhos Maia e Antônia Fontenelle — todos representados por Newton Dias. Que, inclusive, já solicitou ação de Responsabilidade Civil e Indenização por Danos Morais contra a mesma.

Até o fechamento da matéria, Rainha Matos ainda não havia se pronunciado.