Comportamento

Advogada iraniana Nasrin Sotoudeh encerra mais de 45 dias de greve de fome

Advogada iraniana Nasrin Sotoudeh encerra mais de 45 dias de greve de fome

(Arquivo) A advogada iraniana Nasrin Sotoudeh em sua casa em Teerã - AFP/Arquivos

A advogada iraniana, Nasrin Sotoudeh, que defende os direitos humanos em seu país, encerrou mais de 45 dias de greve de fome devido a problemas de saúde, anunciou seu marido neste sábado (26).

“Falamos muito brevemente nesta manhã. Decidiu romper sua greve de fome por medo de piorar sua doença cardíaca”, informou por telefone à AFP seu marido, Reza Khandan.

Khandan anunciou nas redes sociais que Sotoudeh, de 57 anos, havia iniciado uma greve de fome em 11 de agosto para denunciar as condições de prisão dos presos políticos detidos por motivos “inverossímeis”, e seu horizonte judicial pouco claro.

Sotoudeh foi hospitalizada depois de ficar “gravemente debilitada” pela greve de fome, anunciou Reza Khandan em 19 de setembro. Voltou à prisão na quarta-feira “sem nenhuma intervenção médica” após cinco dias de internação, lamentou.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar