Esportes

Adversário de Belfort no ONE Championship, camaronês impressiona por forma física e prega respeito: ‘O homem é uma lenda’

Aos 44 anos, o peso-pesado camaronês Alain Ngalani foi o escolhido para enfrentar o brasileiro Vitor Belfort em sua aguardada estreia no ONE Championship; confira

Adversário de Belfort no ONE Championship, camaronês impressiona por forma física e prega respeito: ‘O homem é uma lenda’

Por Diogo Santarém

Aos 44 anos, o peso-pesado camaronês Alain Ngalani foi o escolhido para enfrentar o brasileiro Vitor Belfort em sua aguardada estreia no ONE Championship, ainda sem data definida. Como Alain é pouco conhecido do público no Brasil, a TATAME entrou em contato para saber mais sobre a história do lutador, que falou a respeito.

– Eu comecei nas artes marciais aos 5 anos de idade, com o Judô. Depois, me torneio lutador ainda na adolescência, quando venci o campeonato regional e o nacional, me tornando mais tarde um lutador internacional – afirmou Ngalani, que no MMA tem um cartel irregular de quatro vitórias e cinco derrotas.

– Já tive uma carreira bastante vitoriosa nas artes marciais. Eu pratiquei Judô, Carate Shotokan, Carate Kyokushin, Kickboxing e Muay Thai. O MMA eu comecei mais tarde, depois que já tinha conquistado tudo nas outras modalidades. O esporte estava se tornando muito popular e eu queria ver como me sairia, então quando tive a oportunidade no ONE, não hesitei.

Na entrevista à TATAME, Ngalani confirmou que ele e Belfort já concordaram em se enfrentar, restando apenas uma confirmação por parte da organização asiática em relação à data e ao local – parte que está sendo dificultada por conta da pandemia do novo coronavírus. Sobre o brasileiro, pregou respeito e se disse animado com a grande oportunidade.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

– É muito excitante enfrentar o Vitor Belfort. O homem é uma lenda, gosto do seu estilo, e quero muito saber como é lutar contra ele. Estou muito animado para voltar e ainda mais por ser contra o Vitor. Isso só me dá mais ânimo. (…) Meu Jiu-Jitsu melhorou muito, então estou confiante. Mas acredito que vamos lutar Kickboxing. Sou um cara da luta em pé – opinou.

Por fim, o camaronês, que impressiona nas redes sociais por sua forma física e flexibilidade, contou como faz para, aos 44 anos, seguir esbanjando vigor. Com mais de 400 mil seguidores, o ex-campeão descartou se aposentar e mandou um recado para os fãs brasileiros.

– Estou muito satisfeito (com o que conquistei), mas ainda gosto da minha vida como lutador e sigo me divertindo. Sou uma pessoa feliz e gosto do que faço. Estou saudável e, enquanto me divertir, continuarei atrás do sonho (de ser campeão). (…) Sou tão flexível porque sou disciplinado. A forma física é resultado de anos de dedicação. Eu vivo uma vida muito saudável, sem álcool, sem abuso de substâncias, treinando regulamente, dormindo e comendo bem, além de amar o que faço – revelou Alain, encerrando:

– Eu amo o Brasil e espero que eu e o Vitor Belfort possamos dar aos fãs a melhor luta que eles já viram. Vai ser incrível – finalizou o lutador.

Veja também

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?