O Dia

Adultério na realeza? Homem processa Família Real e alega ser herdeiro do trono

François Graftieaux, de 73 anos, afirma que sua avó teve um caso amoroso com rei

O Palácio de Buckingham está sendo processado por um homem, sob a alegação de que seus ancestrais seriam herdeiros do trono Real. As informações são do site The Mirror.

François Graftieaux, de 73 anos, afirma que sua avó teve um caso amoroso com Rei Eduardo VIII e assim ele seria parte da Família Real. No processo, o aposentado alega que seu pai, Pierre-Edouard, nasceu do fruto do relação entre o então Príncipe de Gales e sua avó Marie-Leonie Graftieaux, uma costureira francesa.

Graftieaux conta que já pediu duas vezes amostras de DNA da Rainha Elizabeth II, sem sucesso. Ele também reclama de que sua família foi cortada da linhagem no início de 1900. Ao site, o aposentado afirmou ainda não ter “absolutamente nenhum interesse” em qualquer tipo compensação. 

De acordo com a legislação inglesa, a Família Real não pode ser processada por lei criminal nem processada pelos tribunais civis. Porém, o suposto herdeiro acredita que não há problema de mover uma ação civil contra o próprio Palácio de Buckingham, que serve como sede administrativa do monarca.