Esportes

Admirados em Portugal, Jesus e Felipão se enfrentam pela 1ª vez na carreira

O jogo deste domingo entre Flamengo e Palmeiras, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, vai promover o encontro inédito entre dois treinadores admirados e com carreiras sólidas em Portugal, mas ainda sem nenhum confronto na carreira. Jorge Jesus e Luiz Felipe Scolari levam a campo uma relação de amizade iniciada há mais de 15 anos, quando ambos sequer sonhavam em um dia serem adversários no futebol brasileiro.

Os dois passaram a ter uma relação mais próxima em 2003. O agora palmeirense Scolari assumiu o comando da seleção portuguesa enquanto o flamenguista Jesus trabalhava ainda no Estrela da Amadora, clube da sua cidade natal. “(Felipão) É meu amigo, estivemos várias vezes juntos em Portugal. Nunca pensei encontrá-lo no Brasil e jogar contra ele, mas a nossa vida é muito complexa e às vezes temos destas surpresas e esta é muito positiva”, disse o português nesta semana.

Felipão marcou época na seleção portuguesa, ao levar a equipe pela primeira vez a uma final de Eurocopa, em 2004, e de depois de 40 anos voltar a colocar o país em uma semifinal de Copa do Mundo. O trabalho foi até 2008, mas a relação de carinho ainda continua. O treinador do Palmeiras tem uma casa em Cascais, onde inclusive estava quando recebeu a ligação da diretoria do clube com a proposta para assumir o cargo de treinador, no ano passado.

Durante a passagem de Felipão por Portugal, Jesus ainda não era um treinador de renome internacional. Entre 2003 e 2008 o técnico trabalhou em equipes médias, como Vitória de Guimarães, Moreirense, União Leiria e Belenenses. No comando desses times o técnico não chegou a ter jogadores convocados para a seleção, mas teve chance de encontrar o colega em algumas ocasiões.

Questionado sobre a expectativa de enfrentar Felipão, Jesus demonstrou respeito ao colega. “O Felipão é um treinador que deixou marca em Portugal. Foi muito acarinhado por todo o povo português de uma forma espetacular. Toda a gente gosta do Felipão em Portugal. Tenho muito respeito pelo que ele fez no futebol brasileiro e pelo que fez em Portugal”, comentou.

O encontro mais recente entre ambos foi em junho, durante a disputa da Copa América. Os dois estiveram presentes em um evento promovido pela Diretoria de Desenvolvimento da entidade, na época comandada por Juninho Paulista. A reunião discutiu temas como mercado de transferências, licenciamento, cursos de treinadores no Brasil e no exterior, árbitro de vídeo e calendário de competições.

JOGADORES EM COMUM – Apesar de não terem se enfrentado jamais, os dois treinadores chegaram a comandar alguns jogadores em comum. O meia Ramires, por exemplo, atualmente defende o Palmeiras, mas já esteve no Benfica de Jorge Jesus e integrou a seleção brasileira dirigida por Felipão. O mesmo se passou com o ex-goleiro Julio Cesar.

Veja também

+ Cartucho de videogame do Super Mario Bros. é leiloado por US$ 114 mil e quebra recorde
+ Moto pega fogo ao ser desinfectada; veja o vídeo
+ Aparência de apresentadora da TV britânica choca redes sociais
+ Empresário de 34 anos morre após cair do parapente no Espírito Santo
+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada
+ Jovem pede delivery e encontra dedo humano em esfirra
+ Neto de Elvis Presley é encontrado morto, diz site
+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior