Economia

Adiamento de tributos por covid-19 reduziu arrecadação em R$ 35,111 bi em abril

O adiamento do prazo de pagamento de tributos por conta da pandemia da covid-10 levaram a uma redução de R$ 35,111 bilhões na arrecadação de abril. De acordo com a Receita Federal, o montante de compensações tributárias somou R$ 10,901 bilhões em abril, um aumento de 25,19% em relação ao mesmo mês do ano passado.

“A arrecadação de abril reflete os fatos geradores do mês de março, quando tivemos o início dos efeitos da pandemia”, afirmou o chefe do Centro de Estudos Tributários da Receita Federal, Claudemir Malaquias.

De acordo com Malaquias, excluindo os fatores atípicos – adiamento e desoneração de tributos e aumento nas compensações – a arrecadação em abril cairia 0,81%.

Na realidade, a arrecadação de impostos e contribuições federais teve forte queda em abril, quando somou R$ 101,154 bilhões, um recuo real (já descontada a inflação) de 28,95% na comparação com o mesmo mês de 2019.

A Receita divulgou uma série histórica estendida que mostra que a arrecadação de abril é a menor desde 2006 (R$ 94,505 bilhões).

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel