Cultura

Adiada em 1 ano, Bienal de Arquitetura de Veneza confirma início


VENEZA, 12 ABR (ANSA) – A organização da Bienal de Arquitetura de Veneza confirmou nesta segunda-feira (12) que o evento começará no próximo dia 22 de maio, com presença de público.   

A mostra estava marcada para o ano passado, porém acabou adiada para 2021 em função da pandemia do novo coronavírus, que já infectou quase 4 milhões de pessoas e deixou mais de 110 mil mortos na Itália.   

A 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza, nome oficial da exposição, acontecerá até 21 de novembro, com o tema “How will we live together?” (“Como viveremos juntos?”, em tradução livre) e sob curadoria do arquiteto libanês Hashim Sarkis.   

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, Sarkis disse que a pandemia tornou a pergunta posta pela exposição ainda mais relevante. “Ainda que de certa maneira irônica, tendo em vista o isolamento imposto”, declarou o curador.   

A bienal terá participação de 63 países, sendo que quatro vão estrear no evento: Azerbaijão, Granada, Iraque e Uzbequistão. O pavilhão brasileiro, sob responsabilidade da Fundação Bienal de São Paulo, terá como tema as “utopias da vida comum”.   


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Além disso, a arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) será homenageada com um Leão de Ouro póstumo pelo conjunto de sua obra. (ANSA).   

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS