ISTOÉ Gente

Acusado de violência doméstica pela ex, produtor musical se defende: “Jamais abusei dela”

Crédito: Reprodução Instagram

O produtor musical Fábio Almeida, conhecido no meio artístico como Mister Jam, recentemente teve seu nome envolvido em uma grande e grave polêmica. Ele foi acusado por sua ex-namorada, a cantora Francinne, de estupro de vulnerável, ameaça, violência doméstica, injúria e lesão corporal.

Nas rede sociais, Francinne chegou a compartilhar um vídeo falando sobre sua experiência no relacionamento com o produtor que, segundo ela, foi abusivo.

Mister Jam procurou a IstoÉ Gente e contou sua versão de toda essa história.

Questionado sobre o que de fato aconteceu, ele disse: “Fui produtor e empresário dessa cantora por 5 anos. Fiz o possível e o impossível para tentar fazer sua carreira acontecer: Parcerias com artistas de sucesso, contrato com uma grande gravadora. Durante todo esse tempo, ela insistiu para termos um romance. No princípio hesitei. Mas depois nos tornamos marido e mulher. Na pandemia, ela pediu que a desligasse da grande gravadora para tentar seguir como artista independente, mas qual não foi minha surpresa quando logo após conhecer toda a equipe da distribuidora e seu assessor de imprensa, sob sua influência tornou-se uma outra pessoa, agressiva, egocêntrica e revelando um caráter que me chocou por vários dias. Tivemos uma discussão, uma troca de mensagens, de cabeça quente por ciúmes, e sem maiores explicações fui expulso de casa sem direito a levar meus pertences que lá ainda estão. Fui usado e descartado, simples assim. Não existe diferentes versões dos fatos: Existe a verdade. E a verdade é que estou sendo caluniado, difamado e injuriado diariamente em uma campanha suja promovida por ela e sua equipe. Não sou um criminoso e iremos provar isso na justiça muito em breve”, disse.

Ele continuou negando que tenha praticado qualquer tipo de abuso com Francinne: “Jamais abusei dela. Mais uma inverdade. Dei amor, carinho e apoio e além disso sempre sonhei em ter uma família com ela, pois estou com 45 e ela com 35 anos , mas sempre adiávamos para priorizarmos a sua carreira. Sempre compreendi e respeitei. Há poucos meses, ainda trocávamos mensagens doces e como todos sabem, abusadores e estupradores não recebem mensagens de amor e pedidos para comprar ração para a nossa cachorrinha Chica, como eu recebia diariamente. A história inventada por ela vai ruir diante dos fatos e provas contundentes.

Sobre as acusações graves do qual foi denunciado, Mister se defendeu: “Estamos investigando na área cível e criminal os reais motivos por trás dessa farsa. Tudo parece ter sido convenientemente associado a promoção do lançamento de sua nova música e videoclipe e justo em uma semana que, em paralelo lançaria um grande projeto junto a outra artista que eu empresariava. Uma peça suja arquitetada para marketing pessoal que precisa ser desmascarada, pois usa de modo leviano uma causa tão importante como essa, da violência contra a mulher. Quando tivermos esta certeza, iremos divulgar”.

Sendo acusado de crimes tão graves, Jam, que era produtor da cantora Wanessa Camargo, falou sobre a artista ter rompido a parceria com ele. “Conversamos muito dias antes. Quando o vídeo surgiu, pedi a Wanessa esse tempo para colocarmos tudo em pratos limpos, mas meu respeito e carinho por ela ninguém consegue destruir. Muito estranha essa movimentação suja e manipuladora ter acontecido justo na semana de lançamento da Wanessa. Esta na cara que essa cantora quis prejudicar o lançamento da colega de forma nefasta e roubar atenções só para ela. E isso ao meu ver não tem nada a ver com sororidade, muito pelo contrário. Como os faz da Wanessa conseguiram ser ludibriados pelo choro de crocodilo que ela interpreta em seu vídeo, eu não sei. A TV está perdendo uma grande artista. Qualquer acusação por mais mentirosa que fosse, me faria sair de cena de um projeto para preservar pessoas que gosto e respeito”, contou.

Assim como sua ex, o produtor também procurou a Justiça e entrou com ação judicial. “Pedimos explicações a ela, judicialmente, dos motivos dessa agressão mas até o momento não houve resposta para o juiz. Mas a Massiva Music, minha empresa, contabilizou por baixo um prejuízo de R$ 200.000,00. A artista já foi notificada, através de nossa advogada Dra Deborah Sztaijnberg, para darmos a oportunidade dela apenas pagar os prejuízos sem a multa contratual prevista sem as perdas e danos”.

Com toda essa confusão, Mister Jam revelou que seu psicológico ficou muito abalado e que precisou ser hospitalizado duas vezes com princípio de infarto e crise de stress, no Hospital HCor em São Paulo. “Após o choque entrei depressão profunda, internação, medicado com tarja preta, sendo cuidado pela minha família no Rio de Janeiro”.

Ele concluiu a entrevista mandando um recado para Francinne: “Tenho pena quem precisa pisar na cabeça dos outros para subir, se valendo de uma manipulação barata e do palco da internet e de uma causa muito importante que não tem relação com os fatos – a violência contra a mulher. Ela me usou de escada para conseguir alguma relevância no mercado e pior, uma causa tão importante para ganhar seus 15 minutos de fama.”

Assista abaixo os vídeos de Mister Jam e de Francinne falando sobre o caso:

Instagram will load in the frontend.

Instagram will load in the frontend.

 

 

 


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua