Economia

ACSP: Vendas do comércio paulistano sobem 19,8% desde início da reabertura

A reabertura de bares e restaurantes ampliou a média de vendas do comércio paulistano em julho, segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). De acordo com balanço da entidade, as vendas subiram 19,8% desde o processo de retomada dos negócios iniciado no dia 10 de junho na cidade de São Paulo.

“Com a economia reabrindo aos poucos, a ampliação do horário de funcionamento das lojas e novos setores sendo flexibilizados, como bares e restaurantes e academias, a tendência é de que o comércio se recupere gradualmente”, afirma Marcel Solimeo, economista da ACSP.

De acordo com Solimeo, a alta se deve ao crescimento do número de pessoas voltaram a trabalhar e ao aumento do movimento nas ruas “o que é bom também para as lojas”, diz. Para o economista, as vendas devem se recuperar lentamente após as fortes quedas no setor devido a pandemia do novo coronavírus.

O balanço publicado pela entidade também demonstra que o movimento de vendas a prazo cresceu 25,6% e o sistema de vendas à vista aumentou 14% em julho, em comparação ao mês anterior.

Pelos dados do Balanço da ACSP, as vendas a prazo registraram queda de 35,7% em julho ante igual período de 2019. Já as vendas à vista recuaram 59,7%. A queda média foi de 47,7%.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

“Essa lentidão se deve ainda ao receio de muitos consumidores saírem de casa, mas principalmente pela queda de renda, que se acentuou nos últimos meses”, lembra Solimeo.

Para o economista, a expectativa agora é que São Paulo passe o quanto antes para a fase verde do plano de flexibilização do governo – quando fica liberado o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, incluindo academias e praças de alimentação dos shoppings, e a capacidade limitada aumenta 40% para 60% da capacidade máxima do local – para que a economia ganhe um pouco mais de ritmo. “Mas, por enquanto, o Dia dos Pais deve ser uma motivação adicional para dar força ao varejo”, destaca.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP, com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel