Em Cartaz

Ação e misticismo

Com trama que combina feitiços, projeções astrais e universos paralelos, “Doutor Fantástico” prende atenção pelo visual psicodélico

Ação e misticismo

GOLPE: Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) e a Anciã (Tilda Swinton): o espírito sai do corpo

Personagem criado pelo mesmo Stan Lee que deu ao mundo o Homem-Aranha, o Incrível Hulk, o Homem de Ferro e os X-Men, o menos conhecido Doutor Estranho foi o primeiro super-herói dos quadrinhos a mergulhar no esoterismo orientalista que entrava em voga na década de 1960. Para prender o público em sua primeira adaptação para o cinema, o “Doutor Estranho” que estreia em circuito nacional na quarta-feira 2 compensa o misticismo raso das histórias originais com uma ambientação psicodélica de visual impactante. Na trama, Stephen Strange é um brilhante e egocêntrico neurocirurgião que vê a carreira ruir após sofrer um acidente em que perder parte dos movimentos das mãos. Ao saber que sua cura poderia estar em uma sociedade secreta do Nepal, ele aceita receber um “treinamento espiritual” para dominar forças que desconhecia. Uma vez ciente de fenômenos como projeções astrais e universos paralelos, ele se une a um grupo de guardiões para proteger a Terra das forças do mal. As cenas de combate em cenários urbanos nos quais o tempo e o espaço sofrem alterações valem o ingresso em 3D.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Honda apresenta a Rebel CMX1100 para bater de frente com a Harley-Davidson
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel