Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Apontado como um das poucas pessoas com acesso ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, o oligarca Roman Abramovich teria entregado uma carta escrita pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, ao mandatário russo. Segundo o jornal britânico The Times, o conteúdo do documento seria um pedido de paz, o qual teve uma resposta nada amistosa de Putin.

O presidente russo respondeu: “Vamos destruí-los”.

Com sérias sanções impostas pelo governo britânico, o dono do Chelsea teria intermediado a correspondência na última semana. Roman tem seu atual local de origem incerto, autoridades apontam que o russo está na Turquia, onde possuí um avião registrado no país para fugir das restrições da União Europeia.

Abramovich é um dos bilionários russos que são são apontados como influentes e com lações estreitos com o governo de Putin. Apesar de tentar mostrar uma imagem de distanciamento, a nova posição de intermediário para mediar o conflito entre Rússia e Ucrânia, mostra que Roman tem uma forte ligação com o presidente russo.