Esportes

Abraceo organiza prova para testar protocolos sanitários

Após quase sete meses sem corridas de rua em São Paulo, associação faz evento, no Sambódromo do Anhembi, neste domingo, com corredores selecionados

Abraceo organiza prova para testar protocolos sanitários

A Associação Brasileira de Corridas de Rua e Esportes Outdoor (Abraceo), formada pelas maiores empresas organizadoras de corrida de São Paulo, vai promover, no próximo domingo (25), uma prova que vai servir para verificar os protocolos sanitários apresentados para os órgãos governamentais e de saúde. O evento vai acontecer no Sambódromo do Anhembi, a partir das 7h, com percurso de 5km e largadas espaçadas.

Com apoio da SPTuris e da Cidade de São Paulo, a prova tem alvará da Federação Paulista de Atletismo que, com a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, tem somado esforços e trabalhado intensamente na elaboração e aprovação das recomendações médicas para realização das competições de corrida de rua.

Sem competição há quase sete meses por causa da pandemia da Covid-19, a Abraceo fez uma seleção criteriosa de cerca de duzentos corredores para participarem da prova. Todos eles e os colaboradores preencheram um questionário e, no dia da corrida, precisarão seguir uma série de regras, além de apresentarem perfeita condição de saúde e não fazerem parte dos grupos de riscos. Após o evento, os envolvidos serão monitorados por 14 dias para que sejam avaliados eventuais riscos de contaminação.

Além disso, uma criteriosa série de protocolos será seguida à risca durante o acesso ao local do evento. Todos os membros da organização, trabalhadores, participantes e staffs terão seus dados cadastrados, passarão por triagem na entrada com verificação de temperatura e não será permitido o acesso aos familiares e amigos no local da prova.

“Acredito que a prova de verificação de protocolos é um passo fundamental, tanto para organizadores, quanto para os atletas experimentarem o que está sendo proposto. Além de ser importante para avaliarmos o que está certo, será uma oportunidade para analisar o que deve ser melhorado. Com certeza será uma prova que definirá os formatos das próximas corridas neste recomeço”, avalia Paulo Carelli, presidente da ABRACEO e proprietário da Iguana Sports.

Além da Iguana, outras quatro grandes organizadoras de eventos assinam o documento com os protocolos que serviram de base para a homologação da corrida: Norte Marketing Esportivo, Yescom, TF Sports e Beta Sports.

“A realização desta prova é um passo importante, pois poderemos sugerir ou aplicar o que está sendo proposto para seguirmos daqui para frente. É muito importante que as corridas comecem a acontecer com números menores de atletas e a criação de um ambiente seguros para os participantes”, acrescenta Carelli.

Assim como a corrida, os momentos que antecedem a prova de verificação de protocolos será diferente do padrão que os atletas estão acostumados. A começar pela entrega de kits, que será na loja Track&Field do Shopping Pátio Higienópolis, com horários estabelecidos previamente de acordo com o número do CPF. Os atletas ficarão ordenados em filas com sinalização e balizamento garantindo o distanciamento de 1,5 metros, recomendado pela OMS.

O material do kit será previamente higienizado, embalado individualmente e entregue por pessoas devidamente paramentadas com equipamentos de proteção individual . No kit, o atleta receberá um número de peito, um frasco de álcool em gel, uma máscara e os materiais informativos educacionais. Inclusive, uma das novidades será o verso do número de peito, que deverá conter os dados pessoais, as informações sobre fatores de risco de saúde e um contato de emergência para caso de necessidade.

Durante o período de permanência na arena, todos os participantes e organizadores deverão usar máscaras nas áreas comuns (espaço da prova, largada e chegada). Os espaços comuns, como guarda-volumes, serão organizados de forma a permitir o distanciamento entre os participantes. Marcas no solo, cones e unifilas serão utilizadas para estimular e garantir esse distanciamento nos locais de maior risco de aglomeração.

Serão disponibilizados recipientes abastecidos com álcool em gel 70% para higienização das mãos, instalados nos lugares de maior circulação de pessoas, de fácil visualização e acesso. Pessoas com deficiências terão horários e locais exclusivos para atendimento.

Por fim, as largadas seguirão conforme manda o decreto estadual que estabelece o uso geral e obrigatório de máscaras, sendo que os atletas deverão mantê-las durante todo o percurso. Os pelotões serão definidos de acordo com os tempos estimados para completar a prova e os corredores estarão divididos em raias. Os tiros de partida acontecem a cada 30 segundos com 20 atletas largando por vez.

Estruturada no início da pandemia, a Abraceo vem ganhando força ao longo dos últimos meses. Formada por organizadores de eventos esportivos, com o objetivo de fortalecer e profissionalizar o setor no Brasil, a associação tem como objetivo orientar e defender os interesses de seus afiliados junto aos órgãos competentes.

A associação teve papel fundamental na elaboração dos documentos e agora cumprirá o papel de coordenadora da aplicação destas regras nas provas. “A Abraceo tem sido fundamental nessa retomada. Através de nossos membros, conseguimos elaborar os documentos e discutir os protocolos com organizadores e médicos do esporte. Além disso, foi por intermédio da entidade que estabelecemos contato com prefeituras e órgãos governamentais. Não seria possível fazer isso de forma individual”, comenta Carelli.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel