Geral

Abert condena agressão a jornalistas pela PM em SP

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão repudiou na quinta-feira, 19, a ação de policiais militares, que agrediram na noite de quarta-feira dois fotógrafos, entre eles a jornalista do jornal O Estado de S. Paulo Gabriela Biló, e um repórter cinematográfico, enquanto faziam reportagem sobre o protesto de estudantes no centro de São Paulo.

A Abert disse que “considera incompreensível e inaceitável que jornalistas dos diversos veículos de comunicação continuem sendo vítimas de violência por parte de PMs durante coberturas jornalísticas”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.