Economia

ABCR: fluxo de veículos em estradas com pedágio aumenta 18% em junho ante maio

O fluxo de veículos nas estradas com pedágio continuou a se recuperar na margem do baque sofrido em março e abril no contexto da crise provocada pelo novo coronavírus. Em junho, houve crescimento de 18% ante maio, com ajuste sazonal, segundo a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) e a Tendências Consultoria Integrada. Houve aumento tanto no movimento de veículos leves (20,8%) quanto de pesados (9,7%).

Contra junho de 2019, contudo, o fluxo de veículos em estradas com pedágio continua em queda (-22,1%), mas bastante afetado pelos veículos leves (-29,2%), enquanto os pesados mostram apenas redução marginal no movimento (-0,3%).

No acumulado de 2020, há recuo de 18,8% no fluxo de veículos em rodovias com pedágio (-23,1% de leves e -5,5% de pesados). Já em 12 meses até junho, a queda é de 7,7% (-9,9% de leves e -1,1% de pesados).

“Ao se observar a métrica de comparação anual, o fluxo de pesados apresentou praticamente estabilidade. Além da menor subutilização da economia durante as quarentenas, também ajudou no resultado o maior número de dias úteis em junho deste ano frente a igual mês do ano passado (dois dias adicionais). Quanto aos veículos leves, ainda que registre menores quedas comparado a abril, o indicador continua no terreno negativo”, afirma Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Veja também

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?