A volta ao normal


Nesse domingo, confirmadas as pesquisas publicadas até 25/11, conclui-se a leitura da vitória da direita tradicional. Essas “eleições mantenedoras”, com taxa de recondução de 63%, um terço maior que a anterior, não excluíram novidades. Aumentou a diversidade social nas Câmaras, espelhando melhor o tecido social. A direita levou o maior quinhão de prefeituras, enquanto o centro e a esquerda encolheram no país. Embora essa última, às vezes substituindo o PT por aliados menores, tenha demonstrado capacidade de recuperação em grandes cidades, incluída a maior delas, São Paulo. Encerrado o ciclo, é inevitável que nossa última coluna aponte o que emergiu como sinalização sobre a disputa daqui a dois anos. Antes, presumia-se que nela assistiríamos a consolidação do “realinhamento crítico” que fez desabar o duopólio PSDB-PT (1994-2014). A vitória do Presidente, bem avaliado pela sociedade, de novo à frente de um pequeno partido, triunfando após campanha arrasadora do bolsonarismo nas redes sociais. Porém, a rearrumação na base do sistema — os municípios — e sobretudo a revalorização da política com a derrota dos outsiders alteraram o curso. Hoje, é grande a possibilidade de que 2022 seja uma “eleição contra-desviante”. O rio voltando ao leito habitual. Mesmo com novos atores. O que não inviabiliza a reeleição de Bolsonaro, caso a economia venha a lhe ajudar. Mas não como o personagem original. Ele precisará concorrer com o traje que antes rejeitou. Procurando apoios e uma coligação que lhe traga bastante tempo de TV para mostrar o que fez e explicar o que não fez. Num pleito “normal”. Qualquer que seja o resultado, 2018 terá ficado para trás como um ponto fora da curva.

Hoje, é grande a possibilidade de que 2022 seja uma “eleição contra-desviante”

Referências da pesquisa no blog #EleiçõesComLavareda. Baseado em pesquisas registradas no TSE
R candidatos à reeleição.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.