Em Cartaz

A rebelião de 1968 no cinema

Crédito: Divulgação

Durante o 29ª Festival de Curtas de São Paulo, acontecem duas mostras patrocinadas pelo Instituto Goethe de São Paulo sobre a revolução cultural desencadeada pelos estudantes de 1968 e sua repercussão entre os jovens cineastas do período. O movimento estudantil de 1968 não afetou somente a Paris de maio daquele ano. Estudantes de todo mundo se mobilizaram para protestar contra o sistema e os mecanismos de controle da sociedade e do desejo. Até mesmo na Berlim – dividida entre Ocidental e OrientaL – isso aconteceu.

“Utopia 68” exibe a produção de curtas como “Farbtest. Die Rote Fahne” (Teste de cor. A Bandeira Vermelha), de Gerd Conradt. O filme acompanha jovens manifestantes empunhando uma bandeira vermelha enquanto fazem uma corrida de revezamento ao longo de uma movimentada avenida de Berlim Ocidental em 1968: a cor da bandeira contrasta com o cinza da cidade.

O filme “A Juventude de Herzog e Wenders” traz os primeiros trabalhos dos diretores Werner Herzog e Wim Wenders, que iniciaram as carreiras naquele ano.

Diversos locais, de 22/8 a 2/9.
Assista ao filme “Teste de cor. A Bandeira Vermelha”