Esportes

À espera de Luiz Adriano, Felipão ensaia esquema com 2 atacantes no Palmeiras

Crédito: Divulgação/SE Palmeiras/Cesar Greco

Os empates diante do Godoy Cruz, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, e do Corinthians, domingo, pelo Campeonato Brasileiro, mostraram que o técnico Luiz Felipe Scolari pode jogar com dois atacantes no Palmeiras.

Nas duas partidas, o treinador procurou modificar o esquema 4-2-3-1, que ainda é o seu preferido, por razões simples. A primeira é a tentativa de surpreender os rivais, pois considera que a tática que levou a equipe ao título brasileiro de 2018 já é conhecida dos adversários. A segunda razão é a chegada do novo reforço: o atacante Luiz Adriano.

Na partida diante do time argentino, a dupla de atacantes foi formada por Willian e Borja. No clássico com o Corinthians, Deyverson teve a presença de Willian mais próximo.

“Algumas situações novas fizemos no jogo. Estamos pensando em dois atacantes também, porque quando chegar o Luiz Adriano, ele também já jogou com um atacante do lado dele fazendo esse trabalho, que a gente pode realizar também. Tentamos com Willian e Deyverson hoje (domingo), com Willian e Borja lá contra o Godoy Cruz. São variações mínimas, mas são. Só que não vamos ter muito tempo”, analisou o treinador após o empate com o Corinthians.

O ex-jogador do Spartak Moscou, da Rússia, uma das principais contratações da temporada, é centroavante, mas sabe atuar pelos lados. Ele participou da pré-temporada do Campeonato Russo, que iniciou a temporada 2019/2020 há um mês. O atacante deve ser apresentado nesta semana, mas a data de estreia ainda não está definida.