Farol ISTOÉ

A alta do bife já chegou no porco

A alta do bife já chegou no porco

AFP

A pressão permanente de alta sobre os preços da carne bovina chegou no porco brasileiro. A China está consumindo proteína animal importada como nunca num momento em que há uma quebra na sua produção. Estudos internacionais estimam que uma peste suína africana contaminou entre 150 milhões e 200 milhões de porcos no país no primeiro semestre. Por isso o chineses vem elevando o preço pago pelo bife, mais do que o oferecido pelo mercado interno brasileiro. Com o porco está acontecendo o mesmo, assim como com o frango e outros animais. A queda abrupta na oferta interna de carne fez a China duplicar importações e o Brasil, segundo maior rebanho de bovinos e quarto maior criador de porcos do mundo, é um fornecedor em larga escala. O problema é que a proteína animal acabou ficando mais cara e menos acessível para o consumidor local.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

carne