Ricardo Boechat

Com RONALDOHERDY

VERBAS
EM ESPÉCIE

Como o extinto SNI, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) preserva muitos mistérios. Nos últimos dois anos, por exemplo, 99% dos gastos com cartões corporativos realizados por seus agentes foram saques em dinheiro na boca do caixa. Nem James Bond, com tantas mulheres e carrões, se permite tanta liberdade com o dinheiro do contribuinte. Disposto a acabar com a festa, o Tribunal de Contas da União multou a Abin, na semana passada, em R$ 10 mil.

DÍVIDA
VERDES PELO VERDE

Depois de ter chegado a mais de US$ 50 bilhões na década passada, a dívida do Brasil com os Estados Unidos está prestes a desaparecer totalmente. Dos modestos US$ 43 milhões que ainda restam, metade foi doada pelo governo americano, na sexta-feira 15, ao Ministério do Meio Ambiente. O acordo estabelece que todo o dinheiro deverá ser aplicado em programas de recuperação e preservação da Mata Atlântica.

ESTRANGEIROS
SINAL ABERTO

Oficialmente ninguém confirma. Mas fontes do Planalto revelam que o governo prepara uma anistia para estrangeiros em situação ilegal no Brasil. A medida, a ser baixada até dezembro, beneficiaria cerca de 55 mil pessoas, a maioria sul-americanos. O número de imigrantes no País, regularizados ou não, é estimado em 870 mil. Há dez anos, eram mais de um milhão.

DIPLOMACIA
MAIS RAPIDEZ

O Brasil vai propor aos parceiros do Mercosul, dia 3 de setembro, em Florianópolis, a criação do mandato de captura especial. Os signatários se comprometerão a extraditar, em apenas 72 horas, qualquer cidadão procurado pela polícia em seu país de origem. Hoje o processo demora dois meses, em média. Um banco de dados comum será criado para armazenar informações sobre os foragidos.

VEÍCULOS
PARAFUSO SOLTO

O Inmetro passará a controlar a qualidade do mercado de autopeças. Inicialmente, 30 itens relacionados à segurança dos veículos serão obrigados a ostentar o selo do órgão. Rodas, caixas de direção, espelhos, faróis e lanternas entram na primeira lista. A própria indústria calcula que um terço dos componentes vendidos no mercado desrespeita padrões básicos nesse quesito.

GOVERNO
SEMPRE OS MESMOS

A Secretaria de Direito Econômico está investigando indícios de que um cartel passou a dominar, em Brasília, a venda de serviços terceirizados de vigilância e informática para ministérios e órgãos federais. Concorrências e pregões eletrônicos têm servido apenas para dissimular o esquema. As cifras envolvidas são cabeludas.

VIOLÊNCIA
PROIBIDO RECUAR

Mulheres agredidas por homens não poderão mais desistir da ação criminal, retirando a queixa contra o agressor, mesmo que venham a se reconciliar. A jurisprudência foi fixada na quinta-feira 14, pelo Superior Tribunal de Justiça. O recuo feminino tem anulado boa parte dos processos por violência doméstica, impedindo a aplicação de penas.

TERRAS
EXPECTATIVA

Por via das dúvidas, o Ministério da Justiça finalizou um "plano de ação preventiva" a ser deflagrado na quarta-feira 27, quando o STF arbitrará as fronteiras da reserva indígena Raposa Serra do Sol. Seja qual for a sentença, relatórios da Abin estimam que haverá conflitos em Roraima. Para controlálos, 250 homens da Polícia Federal e 150 da Força Nacional de Segurança serão deslocados para o Estado.

PRÉ-SAL
PRA BOI DORMIR

Pode até ser verdadeira a intenção do presidente Lula de destinar à educação os ganhos com o petróleo do pré-sal, que pretende estatizar. Mas registre-se que a Petrobras transferiu ao Tesouro no ano passado, em impostos e dividendos, R$ 54 bilhões. E as escolas públicas continuam um lixo.

LIVRO
BOAS LEMBRANÇAS

Erasmo Carlos vai lançar um livro, pela editora Objetiva, contando "episódios engraçados" que viveu ou testemunhou em seus 67 anos. Os originais somam 400 páginas. "São casos amenos", explica "Tremendão", boa parte deles envolvendo amigos da MPB.

ENERGIA
CURTO-CIRCUITO

Jerson Kelman, diretor-geral da Aneel, vai propor ao governo a dissolução da estatal Centrais Elétricas do Amapá. A empresa está aplicando calotes sucessivos na Eletronorte, à qual já deve mais de R$ 500 milhões. Segundo Kelman, a CEA não cobra de muitos clientes no Estado a energia que distribui. "Eles estão fazendo caridade com chapéu alheio", criticou.

SATIAGRAHA
CONFUSÃO SERRANA

Do despacho que o juiz Fausto De Sanctis assinou no início de julho, autorizando as ações de busca e apreensão da Operação Satiagraha, consta um endereço até agora mal explicado. Trata-se da "Fazenda Marambaia, na rua Doutor Agostinho Goulão, 2.098, Estrada dos Marca Porcos, Distrito de Correia, município de Petrópolis". Segundo a Polícia Federal, ali seria a casa de veraneio de Daniel Dantas na região serrana do Rio. O banqueiro que mora no local é outro – Luiz Cesar Fernandes, antigo dono do Banco Pactual.

ÍNDIOS
CARTÃO VERMELHO

Está quase pronto o parecer da Funai sobre o direito de ocupação da área de 19,5 milhões de metros quadrados onde Eike Batista sonha construir o porto de Peruíbe, no litoral paulista. O empresário não vai gostar do resultado. O órgão reconhecerá o direito da etnia guarani sobre as terras, escrituradas em nome do espólio do fazendeiro Leão Novaes. A União indenizará as benfeitorias aos herdeiros.

RIO
DE PARTIDA

Titular de um dos cargos mais problemáticos do País, o secretário de Segurança Pública do Rio, delegado federal José Mariano Beltrame, prepara-se para deixar a função. Segundo amigos, ele não só cansou do tiroteio diário como da distância que é obrigado, pelos riscos da rotina, a manter da família. Gaúcho como o diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, ele assumiria uma das superintendências do órgão no Nordeste. Para substituir Beltrame é cogitado o desembargador Marco Aurélio Belize.

ABADIA
ENTREGA ESPECIAL
Um jato do FBI deve aterrissar esta semana em Campo Grande. Vem buscar o traficante Juan Carlos Abadía para entregá-lo aos tribunais americanos. O ato de expulsão foi assinado pelo ministro Tarso Genro na quinta-feira 14, e encaminhado para publicação no Diário Oficial. Mesmo com a partida do colombiano, a polícia brasileira continuará investigando um sedutor mistério: onde estarão, afinal, os US$ 36 milhões que ele ofereceu à Justiça, em janeiro, em troca de regalias legais?


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.