Crédito: Luís Antônio Giron

TEATRO
A peça “O estado de sítio” (1948), de Albert Camus, retrata a vida de uma cidade litorânea, que adota uma ditadura. A montagem do diretor Gabriel Vilella fornece um sentido alegórico à distopia. Teatro Sesc Ginástico, Rio de Janeiro, de 4 a 28/7.

DANÇA
A Lia Rodrigues Companhia de Danças mostra a coreografia “Fúria”. Trata-se de uma leitura política do Brasil pela transformação física de nove bailarinos. Centro de Artes da Maré, Rio de Janeiro, de 5 a 28/7.

SHOW
Zé Geraldo e banda apresentam “Hey, Zé!”. O show mistura inéditos e sucessos, como a versão de “Hey, Joe”, de Jimi Hendrix. É uma síntese de 30 anos de carreira e 15 álbuns de um músico cada vez mais alinhado à atualidade. Auditório Ibirapuera, São Paulo, 6/7.