Brasil

A força do agronegócio

A ordem é investir na modernização das estradas rurais

Rio Verde, município da região sudoeste de Goiás, a 220 quilômetros de Goiânia, teve sua arrancada para o desenvolvimento na década de 1970. Com o desbravamento dos cerrados, a grande extensão de terra atraiu agricultores de São Paulo e do Sul do País. Eles trouxeram experiência e tecnologia para a região, o que transformou a cidade na maior produtora de grãos do Estado. Em função disso, uma das questões que vêm recebendo atenção especial da administração do prefeito Paulo Roberto Cunha é a manutenção e ampliação das estradas vicinais. Ao todo, em suas três gestões, foram pavimentados um milhão e 100 mil metros quadrados das vias e ruas de Rio Verde. O objetivo é garantir melhor escoamento da produção.

O trabalho de Paulo Roberto teve mais de 65% de aprovação entre os
entrevistados da pesquisa ISTOÉ/Databrain. A educação tem sido um dos pilares
da gestão. A cidade deu um salto no número de alunos matriculados na rede de ensino: passou de nove mil para 19 mil, fruto da construção de 60 novas salas de aula no município. Para melhor educar suas crianças, os professores passam por freqüentes cursos de aperfeiçoamento. Foram disponibilizadas também bolsas de estudo para quem quiser cursar a faculdade e aprimorar os estudos. Um exemplo para outras administrações.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel