Saúde da mulher

7 formas de reduzir seu consumo de álcool com responsabilidade

Crédito: Pexels

Enquanto a curiosidade acerca dos benefícios da sobriedade vem crescendo há algum tempo, algo chamado mindful drinking (beber com consciência, em uma tradução livre) pode ser uma abordagem mais recente para construir um relacionamento saudável com o álcool. Ao invés de abrir mão da bebida completamente, a prática envolve avaliar exatamente por que você se sente compelida a beber.

+ Como identificar quando o ‘beber socialmente’ vira dependência em álcool?


+ Empresária fica sóbria por 1000 dias e relata sua experiência

“Para a maioria de nós, servir-se de uma taça de vinho em determinados momentos — como depois de um dia agitado de trabalho — é um comportamento profundamente arraigado e que fazemos automaticamente, sem questionar o porquê”, diz a coach de abuso de álcool Sandra Parker à “Woman & Home”, de onde são as informações. “É muito fácil chegar a um ponto em que estamos bebendo mais do que pretendemos sem perceber.”

Esse comportamento pode trazer consequências negativas para o bem-estar físico e mental de uma pessoa. No entanto, Sandra observa que beber com consciência pode ser uma ferramenta muito útil para retomar o controle, principalmente se você estiver preocupada com a possibilidade de ter um problema com bebidas alcoólicas

O que é ‘mindful drinking’?

Pexels

“O mindfulness (atenção plena) é a prática de trazer consciência para o momento presente”, explica a psicóloga Elena Touroni. “Portanto, beber com atenção plena pode nos ajudar a entender nossas razões para beber, bem como o quanto estamos consumindo. Isso pode fazer com que tomemos melhores decisões em relação ao álcool”, pontua.

A psicoterapeuta Dee Johnson concorda: “É sobre prestar atenção ao seu consumo [de álcool], com a intenção de evitar que ele se torne um hábito e permitindo que você saboreie e valorize os prazeres sensoriais que vêm com ele, como sabor e aromas.”

Benefícios do ‘mindful drinking’

Pexels

“Beber com consciência trará consciência ao seu relacionamento com o álcool e pode te ajudar a recuperar algum controle”, diz Sandra. “Praticar [o mindful drinking] permitirá que você entenda quais emoções deseja entorpecer e exatamente quanto está bebendo para conseguir isso.”

A coach ainda observa que beber com consciência traz enormes benefícios para a saúde. Melhor qualidade de sono, aumento de energia, menos calorias consumidas — o que é ótimo para quem está na jornada da perda de peso — e melhora da saúde mental, pois o álcool é uma droga depressora que pode aumentar os sentimentos de ansiedade e estresse

A psicóloga Marianne Trent ainda acrescenta: “Você também pode economizar dinheiro e ficar livre de sentimentos de culpa e vergonha que podem surgir na manhã seguinte.” Além disso, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas pode ajudar em sua rotina de beleza, pois os efeitos negativos da substância na pele são significativos.

7 formas de reduzir seu consumo de álcool com responsabilidade

Avalie seu consumo

Anote quanto você está bebendo e com que frequência. Sandra observa, ainda, que pode ser útil escrever as razões pelas quais você deseja mudar seus hábitos de consumo. “Esta lista é o seu ‘porquê’ e será um poderoso incentivo daqui para frente”, explica.

Dee concorda, pontuando que pode ser positivo fazer um balanço de seu relacionamento com o álcool e como ele te faz sentir. Ela ainda indica que explorar o assunto com um amigo ou terapeuta é benéfico, porque algumas pessoas podem precisar de apoio para reprogramar sua abordagem à bebida.

Questione seus motivos para beber

É importante entender o que está te levando a beber. A coach de saúde Rochelle Knowles recomenda que você faça algumas perguntas a si mesma, como “Por que estou bebendo?” — é porque você gosta do sabor ou para entorpecer sentimentos de estresse, raiva ou tristeza? —, “O que estou bebendo?” — considere elementos como o teor alcoólico em seu coquetel e as experiências anteriores que você teve com esse tipo de bebida — e “Como estou bebendo?” — você está com amigos ou sozinha? Você bebe mais rápido que os outros?

A especialista elabora: “A intenção por trás do motivo pelo qual você quer beber é importante, já que usar álcool para aliviar emoções negativas não é uma solução saudável e só leva a efeitos colaterais negativos a longo prazo, como depressão, ansiedade e danos ao fígado.”

Beba de forma espaçada

Você não deve beber mais de 14 unidades de álcool por semana, o que equivale a cerca de três litros de cerveja ou sete taças de vinho. “Além de ficar dentro desse limite, certifique-se de não beber tudo de uma vez só”, recomenda a cientista nutricional Aisling Moran.

No entanto, é melhor não beber diariamente. “Tente ter vários dias sem álcool por semana”, sugere a especialista. Você dormirá melhor e seu humor melhorará.

Conheça seus gatilhos

“Comece a prestar atenção em onde, quando e com quem você bebe”, ensina Elena. “Faça ‘check-in’ consigo mesma quando sentir vontade de pegar uma bebida. Pergunte-se se é isso que você realmente precisa neste momento. Você pode estar querendo uma bebida para relaxar, por exemplo, e acabar decidindo que um banho ou algum tempo de leitura seria mais construtivo.”

Sandra acrescenta que você também pode reduzir as técnicas de distração. “Se o seu gatilho for às 18h em um dia de semana, o que você poderia fazer que seria divertido?” ela sugere. “Encontrar um amigo, levar o cachorro para passear, dançar na cozinha?”

Esteja presente no momento

“Quando você optar por beber, tente retardar o processo”, sugere Marianne. “Considere pedir quantidades menores de uma bebida mais cara que você realmente goste, ao invés de quantidades maiores de uma bebida mais barata que você não gosta tanto. Ao beber, sintonize a sensação na boca. Tome goles mais lentos e saboreie o gosto e a sensação em sua boca. Sintonize a sensação do copo em suas mãos.”

Se você estiver lutando para manter-se presente, a psicóloga recomenda: “Pode ser útil fazer uma pausa, abaixar os ombros e fazer uma série de respirações lentas pelo nariz e depois pela boca.”

Escolha suas bebidas com sabedoria

Isso se refere tanto à escolha de bebidas quanto à companhia. “Opte por drinks com baixo teor alcoólico e porções menores”, recomenda Aisling, que acrescenta que pode ser útil não manter álcool em casa. “Faça com que a substância seja algo que você aproveita em um bar ou restaurante, para que pareça uma ocasião e não um estilo de vida.”

Dee revela que pode ser positivo ter uma companhia a bordo. “Bebam com consciência juntos(as). Duas pessoas com a mesma intenção podem se ajudar”, explica. “Além disso, diga às outras pessoas o que você está fazendo. Se elas não gostarem, lembre-se que quando se trata de auto-respeito e autocuidado, seus valores são mais importantes.”

E Aisling garante: “Não há problema em dizer ‘não’. Às vezes, podemos nos sentir pressionadas a beber porque nossos amigos estão bebendo. Lembre-se de que é seu corpo e sua escolha.”

Prepare-se com antecedência

“Verifique seu estado emocional antes de sair ou começar a beber”, diz Dee. “Se você bebe para lidar com sentimentos negativos, é uma boa ideia explorar uma maneira mais eficaz de lidar com isso.” 

A especialista ainda sugere decidir para onde você quer ir e o que você quer beber com antecedência, ao invés de pedir com pressa ou apenas fazer escolhas habituais regulares.