A semana

Um assalto nebuloso

A Polícia Civil de Santa Catarina ainda não conseguiu decifrar o que aconteceu exatamente no apartamento da filha do presidente Lula, Lurian Cordeiro da Silva, em março. O inquérito sobre o assalto corre sob sigilo em Florianópolis. Segundo a denúncia, o ladrão driblou dez agentes do Gabinete de Segurança Institucional e entrou em todos os quartos, menos no local em que Lurian se encontrava. Quando viu que Lurian estava na residência, o ladrão se trancou no banheiro. O gatuno teria levado várias peças de roupa. Mas a investigação policial, até agora, não confirma a versão da filha do presidente.