A semana

Ciro perde a paciência

Ciro perde a paciência

O ex-ministro Ciro Gomes está cada vez mais irritado com as pressões do Palácio do Planalto para que ele abandone sua candidatura à Presidência da República. “O PT faz essa pressão porque está desesperado”, disse Ciro a auxiliares esta semana. “Engraçado que, enquanto o PT queria que eu fosse candidato em São Paulo para fortalecer a Dilma, que precisava de palanque forte lá, eu era a melhor das criaturas, mas agora o PT me trata como a pior das criaturas.” Ciro não tem pressa. Pode tomar sua decisão até junho, o mês das convenções. Mas antecipa que não pretende abrir mão da disputa com Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva.