Saúde da mulher

6 melhores exercícios para amenizar as dores nas articulações

Crédito: Freepik

Além de desagradáveis, as dores nas articulações podem dificultar os movimentos e até práticas básicas do dia a dia. Quando isso acontece, a ideia de permanecer em repouso costuma parecer a melhor opção, porém não é o recomendado pelos médicos, que indicam a prática de exercícios de baixo impacto para reduzir o desconforto e melhorar a qualidade das juntas.

+ 5 alongamentos simples para aliviar a enxaqueca

+ 4 dicas para aprimorar o sexo na menopausa

Se movimentar promove a produção de líquido sinovial, uma lubrificação natural que deixa as juntas saudáveis, funcionais e podem amenizar a dor. “O movimento é uma loção para as suas articulações”, diz o cirurgião ortopédico Bert Mandelbaum. As informações são da revista “Good Housekeeping”.

Confira a seguir seis exercícios benéficos para as articulações:

Yoga e pilates

Yoga e pilates possuem movimentos semelhantes e são bons exercícios de baixo impacto. “Você adquire muita força com essas modalidades e ainda queima calorias”, reforça o cirurgião ortopédico Timothy Gibson.

Caminhada

Correr não é uma boa ideia, porque o impacto aumenta o estresse nas articulações, explica a especialista Nancy R. Kirsch. 

Em contrapartida, caminhar é uma ótima opção, principalmente para quem sofre de artrite. A prática, além de favorecer a perda de peso e diminuir o estresse nas articulações, trabalha o tronco e as pernas e pode ser aplicado na rotina da maioria das pessoas. Para garantir os benefícios, a especialista indica realizar a atividade de 30 a 60 minutos.

Natação

Gibson recomenda a prática de natação. “Você fica mais leve quando está na água, o que torna a gravidade menos importante. Além disso, ainda te permite fazer um ótimo treino cardiovascular sem colocar muita pressão nas articulações”, explica.

Em 2017, um estudo com 133 mulheres com artrite reumatoide descobriu que aquelas que nadavam três vezes por semana tiveram uma melhora significativa em seus sintomas após oito semanas. 

Além do baixo impacto, essa modalidade também ajuda a construir músculos ao redor das articulações, reforça Bert Mandelbaum.

Para quem quer iniciar esse esporte, vale apostar em sessões curtas — cerca de 15 minutos — e aumentar gradualmente o tempo de treino.

Ciclismo

Segundo Mark Slabaugh, especialista em medicina esportiva, tanto na academia quanto ao ar livre, o ciclismo tem baixo impacto e também pode estimular os músculos sem causar estresse nas articulações, diminuindo a dor enquanto promove a mobilidade. 

Pedalar ainda ajuda a fortalecer o quadríceps, por isso é uma boa opção para tem problemas nos joelhos. “Ter quadríceps fortes atua como um amortecedor”, garante Gibson.

A prática também deve ser gradual, iniciando em sessões de 30 minutos.

Treino de força

Como dito anteriormente, fortalecer os músculos ao redor das articulações é benéfico e reduz as dores, logo, praticar treinos de força é uma ótima opção. 

“O treinamento de força pode ser muito útil para aumentar a eficácia do trabalho de proteção articular”, esclarece Kirsch.

Independentemente de qual exercício optar, buscar por um ortopedista e um fisioterapeuta é essencial. Somente esses profissionais poderão te avaliar individualmente, indicar um tratamento ideal e te auxiliar na escolha da melhor atividade física com base em suas necessidades.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua