6 dicas para uma mãe voltar a se sentir uma mulher linda novamente

Crédito: Unsplash

(Crédito: Unsplash)


Mulheres com bebês pequenos muitas vezes se esquecem de si. Isso é natural, a entrega e o trabalho são enormes, fica fácil se perder no universo da maternidade. Mas tão importante quanto estar inteira para cuidar dos filhos(as) é cuidar de si, é recuperar a sua identidade antes de ser mãe. 

Muito se exige que da mulher nos primeiros meses/anos da criação de um(a) filho(a): amamentação exclusiva, cuidados com o bebê, trocas de fraldas, banho, bota pra arrotar, leva pra tomar sol, leva ao pediatra, pra tomar vacina… tudo isso recheado de inseguranças e atenções, não tem jeito é exaustivo. 

E hoje no dia das mulheres, vim lembrar que a única coisa que, realmente, só uma mãe pode dar ao seu filho é o peito, o resto, todas as outras tarefas é possível o pai fazer também. 

Então aí vão algumas dicas para ajudar mães a recuperarem um tempinho para se sentirem mulheres lindas novamente.

REVELADO! Conheça o guia de alimentação ideal para seu filho!


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



  1. 1 – Desde os primeiros dias do seu bebê, divida as tarefas do dia a dia com o seu(sua) parceiro(a). 
  2. 2 – Tenha uma rede de apoio, peça ajuda. Lembrando que ajuda a gente pede pra familiares e amigos. Pai não ajuda, pai é tão responsável pelo bebê quanto a mãe.
  3. 3 – Desde as primeiras semanas do seu bebê, tente organizar a rotina para que você consiga tomar um belo banho, todos os dias. Um bom banho é revitalizante. Ninguém merece ficar o dia inteiro com aquele cheirinho azedo de leite.
  4. 4 – Enquanto estiver amamentando, converse com seu bebê sobre as coisas que você fazia antes dele nascer e te deixam muito feliz (dançar, correr, ir a praia, papear com as amigas…). É uma forma de você se conectar com essas coisas e não deixar que elas se percam nas memórias. Lembrar delas vai te ajudar a recuperá-las mais rápido.
  5. 5 – Escolha uma mamada do dia, e depois dela, na garantia e tranquilidade de que seu bebê não vai ficar com fome, entregue-o a alguém e aproveite um momento só seu. Comece com 10/15 minutos depois vai aumentando. Até que vai chegar a hora que você terá um intervalo entre mamadas todinho só pra você!
  6. 6 – Assim que possível recupere umas das atividades que mais gosta de fazer sozinha, e inclua ela na sua rotina (ler, escrever, fazer a unha ou o cabelo, uma atividade física, qualquer coisa sua) 

Voltar a se reconhecer e se conectar como a mulher linda e forte que existe aí dentro, te ajuda a, aos poucos, ir se desmontando da mãe, exausta e descabelada, que toma conta da gente nos primeiros meses de nossos filhos. E já já você será uma mãe incrível e uma mulher completa.  

Lá no meu curso Conexão Saúde – Introdução Alimentar, eu também falo bastante sobre esse tema, que eu amo. Vem!

Conheça agora o guia de alimentação ideal para seu filho!

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS


Sobre o autor

Nutricionista, Formada pela USU - Rio de Janeiro em 2003, especializada em alimentação infantil. Trabalha com crianças desde 1999, quando, ainda na faculdade, dava aulas de capoeira. Em 2013 estreou como apresentadora no canal GNT dos programas Socorro! Meu Filho Come Mal, Cozinha Colorida da Kapim e, em 2018, o Socorro! Meus Pais Comem Mal. Autora de 2 livros, homônimos dos programas, um deles com mais de 60 receitas para a família toda colocar a mão na massa. Kapim é mãe de dois adolescentes muito legais e que comem superbem, Sofia (15) e Antonio (13). Nesses mais de 20 anos trabalhando com crianças, já ajudou a transformar e melhorar os hábitos alimentares de milhares de famílias, sempre buscando uma conexão saudável entre todas as partes envolvidas: pais, filhos e o alimento.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.