Brasil

Taxa média de juros atinge 35,1% em janeiro, segundo BC

Patamar é superior ao registrado em dezembro de 2009. No mesmo período, inadimplência caiu 0,1%

A taxa média de juro no crédito livre começou 2010 com elevação na comparação com dezembro. Os dados divulgados hoje pelo Banco Central mostram que o patamar ficou em 35,1% no mês passado, superior aos 34,3% praticados em dezembro de 2009. Essa elevação ocorreu após dois meses seguidos de redução das taxas de crédito. Segundo o BC, o encarecimento do crédito foi liderado pelas operações para empresas, cujo juro médio subiu de 25,5% em dezembro para 26,5% em janeiro. Nos financiamentos para pessoa física, a taxa avançou de 42,7% para 43%.

Boa parte do aumento do juro em janeiro é explicada pela elevação do spread médio praticado nessas operações, que é a diferença entre a taxa de captação e o juro cobrado no empréstimo desses recursos. Na média, o spread subiu de 24,4 pontos porcentuais em dezembro para 25,1 pontos porcentuais em janeiro. Novamente, a alta foi observada com mais intensidade para as empresas, cujo spread médio subiu de 16,5 pontos porcentuais para 17,5 pontos porcentuais. Nos empréstimos para pessoas físicas, o spread médio avançou de 31,6 pontos porcentuais para 31,8 pontos porcentuais.

Inadimplência

A taxa média de inadimplência no crédito livre caiu em janeiro deste ano para 5,5%, ante 5,6% em dezembro de 2009. Segundo o BC, essa foi a segunda redução consecutiva do porcentual dos empréstimos com atrasos superiores a 90 dias. A redução do mês passado ocorreu apenas na pessoa física, cuja taxa média recuou de 7,8% para 7,7%, na comparação mensal. Nas operações para pessoas jurídicas, os atrasos permaneceram em 3,8% no mês passado.

Copyright © 2010 Agência Estado. Todos os direitos reservados.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior