5 paraísos em Minas Gerais que talvez você não conheça

Crédito: Divulgação

(Crédito: Divulgação)

Depois de uma longa ligação de vídeo com um grupo de amigos de Belo Horizonte na tarde de ontem, ouvindo aquele mineirês (tipo música para meus ouvidos de tanto que gosto) me lembrei de como o estado de Minas Gerais é incrível. Além de incrível, bem acessível para paulistas e cariocas se deslocarem de carro, nossa preferência e opção mais segura no momento. Pois bem, fiz um café com pão de queijo e listei aqui alguns dos lugares não óbvios de lá e até meio escondidos mesmo porque, estamos falando de um estado que é o quarto maior do Brasil. Imaginem a quantidade de cantos especiais que não existem. Além do tamanho, o relevo acidentado de lá possibilitou o surgimento de grandes cachoeiras, grutas e belas formações rochosas, por onde passam trilhas de vários níveis para acessar essas belezas.

1 – Conceição do Mato Dentro – 160 km de Belo Horizonte

Fotos Divulgação

Cidadezinha de 3 séculos com vários patrimônios históricos e inserida na Serra do Espinhaço, que foi tombada pela UNESCO em 2006, como Reserva da Biosfera, também integrando o Circuito Nacional da Serra do Cipó. O cenário mais lindo de lá é a cachoeira do Tabuleiro, com 273 metros de queda d’água.

2 –  São João Batista do Glória – 400 km de São Paulo

Eu tenho um carinho muito grande por Glória e por todos de lá. Cidadezinha de gente bacana, com a pracinha, o coreto e a igrejinha do centro. Vizinha da Serra da Canastra, são 130 cachoeiras catalogadas e vales e serras como o Chapadão da Babilônia e o Vale da Babilônia. Sempre que penso em fugir, me lembro de lá.

3 – Parque Natural da Caraça – 130 km de Belo Horizonte

parque natural caraca
Essa construção que você vê na foto é a sede do parque, uma biblioteca com cerca de 30 mil volumes e um museu com objetos da escola e do claustro. A igreja é a Nossa Senhora Mãe dos Homens  de 1876. A Serra do Caraça é completa com picos de até 2.000 metros, piscinas naturais, cachoeiras e trilhas de vários níveis.

4 – Reserva Matutu – 340 km de São Paulo

Parece cenário, mas sim, a Reserva Matutu existe e é uma área definida de 3000 hectares que protege as formações de campos de altitude e nascentes da Serra do Papagaio no município de Aiuruoca. Campos rupestres e formações montanhosas raras que abrigam uma vegetação rasteira de savana e mirantes.

5 – Serra do Lopo – 120 km de São Paulo

Fica entre os municípios de Extrema e Joanópolis, bem perto de SP. Aliás, das duas cidades é possível ver o cume do Pico do Lopo com seus 1.780 metros de altitude. A Serra faz parte do Complexo da Mantiqueira e o nome se refere a grande quantidade de lobos guarás que habitam a região.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.