Em Cartaz

Cauby cheio de bossa

Quem andava pelos corredores do hospital Santa Izabel, no Rio de Janeiro, onde Cauby Peixoto esteve internado no começo do ano, podia ouvir o vozeirão do cantor em toda sua potência

Cauby cheio de bossa

Quem andava pelos corredores do hospital Santa Izabel, no Rio de Janeiro, onde Cauby Peixoto esteve internado no começo do ano, podia ouvir o vozeirão do cantor em toda sua potência. Depois da alta, o cantor já está na segunda turnê. Mas foi naquela ocasião adversa que Cauby decidiu lançar um disco apenas com canções da Bossa Nova. “A Bossa de Cauby Peixoto”, que a gravadora Biscoito Fino distribui agora nas lojas, traz uma seleção pessoal e fundamental do estilo eleito para o novo disco de Cauby. Produzido por Thiago Marques e dirigido por Olivia Hime, o disco reúne “Este seu Olhar”, de Tom Jobim, “Preciso Aprender a Ser Só”, de Marcos e Paulo Sérgio Valle e “Eu e a Brisa”, de Johnny Alf”. Ou seja, só mesmo o fino da Bossa.

CARTAZ-1-IE.jpg

+5 grandes discos do cantor

A Bossa de Cauby Peixoto
Projeto deste ano, traz importantes composições da Bossa Nova

Cauby Canta Sinatra
Interpretação de músicas eternizadas pelo cantor americano, de 1995

Ângela & Cauby
Duo com a melhor amiga e grande parceira, Ânglena Maria, de 1993

Cauby! Cauby!
Em 1980, marca a volta a um disco autoral depois de uma série de coletâneas (FOTO)

capa-CAUBY-08.jpg

Conceição/Bibape do Ceará
Bolacha de 78 rotações de 1956 lançou a música mais lembrada do cantor, a “Conceição” do título