O Brasil que constrói

O Brasil que constrói: energia

Com 139,1 mil megawatts de potência instalada e outros 41,4 mil em construção, o Brasil diversifica sua matriz energética e aposta, cada vez mais, em fontes renováveis. Conheça quatro empresas que têm participação direta nessa transformação

O Brasil que constrói: energia

BRASIL-10-CAPA-DIN941.jpg

Com 139,1 mil megawatts de potência instalada e outros 41,4 mil em construção em usinas hidrelétricas, eólicas, solares e térmicas, o Brasil diversifica sua matriz energética e aposta, cada vez mais, em fontes renováveis. Conheça quatro empresas que têm participação direta nessa transformação

Conheça as empresas que, mesmo com a crise, continuam investindo e estão transformando o Brasil:

Vento a favor
Líder do mercado brasileiro de energia eólica, GE vai aumentar em 70% a produção de sua principal fábrica no País. Com a compra da maior concorrente, a gigante americana deve ampliar seu domínio no Brasil e no mundo.

Energia que vem do céu
Dona do primeiro parque híbrido de energia eólica e solar do Brasil, o grupo italiano Enel Green tem três grandes projetos em andamento e investimento planejado de US$ 2 bilhões no País até 2019.

Do bagaço se faz a luz
A Biosev, subsidiária da francesa Louis Dreyfus Commodities, investe na melhoria do cultivo de cana-de-açúcar para produzir mais açúcar, etanol e eletricidade.

Iluminação para todos
Com mais de 60 mil Megawatts em projetos no setor de energia, a Construtora Norberto Odebrecht tem participação direta nas mais importantes obras de hidrelétricas, eólicas, térmicas a biomassa e linhas de transmissão no País.