O Brasil que constrói

O Brasil que constrói: educação e cultura

Na segunda edição especial da série "O Brasil que constrói", conheça cinco projetos desenvolvidos e apoiados pela iniciativa privada que impactam na sociedade

O Brasil que constrói: educação e cultura

 TEMA-2-CAPA-EDUCACAO-DIN.jpg
BRADESCO: Há quase 60 anos, o banco investe em 40
escolas pelo Brasil. Acima, desenho de Bruno Ribeiro, 16 anos, de
Bagé (RS), aluno da primeira série do ensino médio da Fundação

01.jpg

Conheça as empresas que, mesmo com a crise, continuam investindo e estão transformando o Brasil:

Bolsa de talentos
Com um projeto de longo prazo, a BM&F Bovespa mantém o mais bem-sucedido clube de atletismo do Brasil e ainda ajuda centenas de jovens de áreas carentes de São Paulo

Lemann, um bilionário na educação
Com quatro projetos que movimentam o ensino, empresário criou a Fundação que leva seu nome para massificar o aprendizado com tecnologia e inovação para salas de aula da rede pública

Muito além da sala de aula
Programa da Odebrecht Óleo e Gás promove o uso das escolas nos finais de semana e após as aulas, em oficinas ligadas ao esporte, lazer e cultura. A ideia forma cidadãos mais conscientes, ocupa lugares públicos, aproxima as pessoas e traz mais segurança

Integração nacional pela cultura
Com R$ 12 milhões por ano, programa do Itaú Cultural apoia projetos inovadores, descobre talentos e traça um novo perfil da produção artística brasileira

Investimento com retorno garantido
Há 60 anos, o fundador Amador Aguiar colocou a educação como missão do Bradesco. Nesse período, mais de 1,64 milhão de crianças e adolescentes passaram pelas escolas mantidas pela Fundação