Cultura

Espelho meu

Piores clipes do mundo goza a própria MTV

Poucos programas na televisão brasileira conseguem arrancar risadas tão inesperadas como Piores clipes do mundo, apresentado na MTV pelo paulistano Marcos Mion, 21 anos, na quarta-feira, 21h30, quinta-feira, 1h, sábado, 19h30, e domingo, 16h30. Ridicularizar videoclipes – matéria-prima da programação da emissora – não é uma idéia nova. Os irascíveis adolescentes do desenho animado Beavis & Butt-Head ganharam fama mundial destilando grosseria contra roqueiros e afins. Mas Mion consegue ser ainda mais impagável que a duplinha, debochando dos figurinos, penteados, coreografias bregas e artistas canastrões. Ele surpreende, porém, ao apontar falhas técnicas que normalmente passam despercebidas. “Meu lema é: o clipe bom de hoje, será o clipe ruim de amanhã. Não há nenhum que não tenha um erro”, garante ele.

A receita de Mion é simples. Na medida em que as imagens vão passando, ele convoca o espectador para rir dos equívocos como a gafe sem tamanho flagrada no clipe Beat it, clássico de Michael Jackson. Em meio à coreografia, um figurante, segundo ele, acena ostensivamente para alguém que passa atrás das câmeras. “Imagine um deslize destes num clipe do Michael Jackson”, diz ele, lembrando que o próprio Jackson veste um pijama ridículo, com estampas imitando teclas de piano. A coleção de erros e breguices apresentadas por Mion é infindável. O que ele considera um clássico do programa é o clipe de Mamma África, de Chico César, aquele no qual o cantor vai dançando, seguido por uma multidão de crianças e jovens.

Enquanto Chico César canta, todo mundo se esfalfa para ficar próximo do compositor e, lógico, aparecer. Mas uma menina extrapola na excitação. Vai atropelando quem está na sua frente e, no ímpeto de eliminar obstáculos, escorrega. Ao se recuperar, não se faz de rogada e dá um murro em um garoto. Pode ser estúpido, mas diante da estupefata descoberta fica difícil conter o riso. O apresentador também se diverte caçando cenas que, por exemplo, já elegeram o roqueiro Supla como o mestre dos Piores clipes do mundo. “Ninguém consegue ser tão propositadamente canastrão como ele.” A cada vez que Mion encontra Supla, ele o chama de The king (O rei).