Brasil

Fax Brasilia

Fax Brasília

AROEIRA/O DIA

……………………………………………………………………………

A carta de Luiz Estevão

O encontro da foto ao lado ocorreu em Camaçari, na solenidade de inauguração do primeiro prédio da nova fábrica da Ford na Bahia, uma obra da OAS. O repórter Mino Pedrosa, de ISTOÉ, perguntou a Antônio Carlos Magalhães sobre uma carta mandada ao presidente do Senado pelo senador Luiz Estevão, antes de sua cassação. No texto, com cópia levada ao Palácio do Planalto por Eduardo Jorge, Estevão lembrava a ACM a estreita relação dos dois, especialmente nos tempos de Fernando Collor de Mello na Presidência. O cacique baiano perdeu as estribeiras ao travar com o repórter o seguinte diálogo:

ACM (aos berros) – Se ele falou alguma coisa, é mentira. É mentira sua ou dele!
Mino (impassível) – Minha não. Sua ou dele.
ACM – O quê?
Mino – Mentira sua ou dele.
ACM – Então é dele. O Estevão esteve no meu gabinete chorando várias vezes.

……………………………………………………………..…………..

Mania de grandeza

Numa reunião com o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, o governador do Rio, Anthony Garotinho, era só simpatia. Tentava abrir as portas do partido à sua filiação, mas deixou o socialista e ateu Roberto Amaral assustado. Principalmente quando saiu-se com esta: “Você sabe, Amaral, Deus fala comigo!”

………………………………………………………………………….

Pote de mágoas

Nasce em São Paulo, no próximo dia 29, o Instituto Sérgio Motta, que tem como objetivo preservar o ideário do falecido ministro das Comunicações. A viúva, Wilma Motta, é a presidente do instituto. E a festa será comandada pelo ex-presidente dos Correios Egydio Bianchi. Não se sabe se o atual ministro, Pimenta da Veiga, estará presente. É que Egydio continua atribuindo a Pimenta os boatos de que foi ele a fonte das matérias sobre o caixa 2 da campanha eleitoral de FHC.

…………………………………………………………………………..

Tasso versus Malan

Na última conversa com FHC no Palácio da Alvorada, o governador do Ceará, Tasso Jereissati, apareceu com uma das mais duras catilinárias contra a política econômica e o ministro Pedro Malan que o presidente já ouviu em toda sua gestão. Foi só o governador sair e Fernando Henrique telefonou para outro ministro-candidato de muita saúde: “Olha, o Tasso quer ser presidente.”

…………………………………………………..…...…………………..

Rápidas

O líder do PTB, deputado Roberto Jefferson só decidiu apoiar a candidatura de Aécio Neves a presidente da Câmara depois de consultar o ministro Aloysio Nunes Ferreira.

O governador Tasso Jereissati comprou as participações de Albano Franco nas fábricas do refrigerante Coca Cola na Bahia e na Paraíba. Agora é o único dono da Coca no Nordeste.

O pernambucano Inocêncio Oliveira (PFL) está de olho em duas estações de tevê e uma de rádio FM no Ceará. Será que o deputado pretende mudar seu endereço eleitoral?