Tecnologia & Meio ambiente

Século 21

Século 21


 

Colorido eficiente
As belas cores formadas por corais não possuem somente função estética. Uma equipe chefiada por uma pesquisadora australiana descobriu que os pigmentos que dão beleza aos corais também os protegem de danos causados pela luz ao dissipar o excesso de energia. Quando estão em alta profundidade, as cores fazem o trabalho inverso: acentuam a luz fraca, possibilitando a realização da fotossíntese. Mas isso não é suficiente para protegê-los da ação do aquecimento global e da poluição. A Rede Global de Monitoramento de Corais revelou na semana passada que 27% dos recifes de corais do mundo já foram destruídos – 16% em apenas nove meses.

Boa colheita
Deu trabalho, mas finalmente uma equipe de cientistas espalhados pelos EUA, Inglaterra, Alemanha e Japão sequenciou pela primeira vez o DNA de uma planta. A escolhida foi a Arabidopsis thaliana, uma parente da mostarda que possui 119 milhões de pares de cromossomos. A experiência durou cinco anos e rendeu belos frutos. O estudo ensinou os cientistas a proteger o algodão de pragas, a amadurecer tomates e a dobrar a produção de óleo de colza, uma variedade de couve.

……………………………………………………………………………….


Para maiores
Não se engane pelo nome. Apesar de inspirado no livro de Lewis Carrol, a Alice (foto) do jogo do mesmo nome, lançado pela Eletronic Arts (R$ 70), é voltada para adultos. No game, a personagem tenta derrotar a Rainha de Copas, que transformou o País das Maravilhas em um sombrio reinado. Contra inimigos como o Chapeleiro Maluco, Alice conta com a ajuda da Lebre e do Gato Risonho.

 

……………………………………………………………………………….


 

Pés no chão
Quem pratica marcha, modalidade olímpica em que um dos pés sempre deve estar colado ao chão, terá que ficar mais atento. Um médico canadense desenvolveu um par de tênis com sensores que avisam o juiz quando o competidor tira os dois pés da pista. Isso evitará situações como as ocorridas nas últimas Olimpíadas (foto), quando os primeiros homens e mulheres a cruzar a linha de chegada perderam as medalhas de ouro por não ter mantido contato contínuo com o solo.

……………………………………………………………………………….


 

Olho no trilho
Um trem sem maquinista, em um futuro próximo, pode não ser mais sinônimo de desastre. Um instituto alemão de engenharia está desenvolvendo câmeras que monitoram os trilhos. Quando há qualquer obstáculo no caminho da locomotiva, como uma árvore ou um carro, o sistema aciona automaticamente os freios do veículo, que pode ser pilotado apenas por um computador.