Saúde da mulher

4 sintomas incomuns de câncer de mama que podem gerar alertas

Crédito: Unsplash

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), aproximadamente 2,3 milhões de mulheres foram diagnosticadas com câncer de mama no mundo em 2020. Esse é o tipo de câncer mais incidente entre mulheres, e o autoexame das mamas é essencial para o diagnóstico precoce da doença.

+ Alerta! Consultas com mastologistas caem na pandemia e taxa de mortes por câncer de mama aumenta


+ Prótese de silicone pode causar doenças?

Segundo Karan Raj, médico que acumula mais de quatro milhões de seguidores no TikTok, apesar de caroços e protuberâncias serem os sintomas mais comuns de câncer de mama, existem outros sinais menos comuns que podem ser a chave para o diagnóstico da doença e requerem atenção.

É importante atentar a qualquer detalhe fora do normal, pois o diagnóstico precoce é de extrema importância para aumentar as chances de sobrevivência de uma paciente. Confira quatro sintomas incomuns de câncer de mama com informações da “Women’s Health”:

Pele franzida ou com ondulações

“Isso geralmente ocorre devido a um nódulo mais profundo na mama que puxa a pele para dentro”, explica Karan Raj.

Alergia ou irritação nos seios ou mamilo

Ele explica que este sintoma é mais comum no câncer de mama inflamatório, que é um tipo de câncer que não causa caroços.

Aparência de casca de laranja

O médico esclarece que isso pode acontecer quando as células cancerosas bloqueiam os vasos linfáticos da pele.

Secreção mamilar e outras mudanças repentinas

“Se você notar alguma mudança repentina no mamilo, como secreção ou inversão, você deve realizar um exame”, alerta Karan. 

Junto a estes sintomas incomuns é importante também verificar se há nódulos ou áreas em que a pele esteja espessa. Perceba também se existe uma mudança no tamanho ou formato de seus seios ou caroços ou inchaços nas axilas.

O autoexame é a melhor forma de conhecer as próprias mamas, pois elas podem ter uma aparência diferente em diferentes momentos da vida. Karan Raj ainda enfatiza que, no caso de incertezas, o melhor a se fazer é consultar um médico o mais rápido possível.