Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Você considera que sua frequência de orgasmos é aceitável? Em muitos círculos sociais, o orgasmo feminino ainda é pouco discutido, o que pode trazer frustração às mulheres que, por algum motivo, não conseguem alcançar o clímax.

+ É possível ter um orgasmo durante e após a menopausa; saiba como

+ Os melhores horários em que a masturbação pode contribuir para sua saúde

Cada mulher responde a diferentes estímulos sexuais, e o que funciona para algumas pode não funcionar para outras. No entanto, existem algumas técnicas que prometem facilitar os orgasmos para pessoas com vagina — sozinhas ou acompanhadas. Confira quais com informações da “Woman & Home”. 

Como ter um orgasmo sempre

Durante o sexo com um(a) parceiro(a), encontrar a pessoa certa é essencial. “Você vive o melhor orgasmo que já teve com alguém que entende seu corpo e sabe como extrair o melhor de você sexualmente”, declara a especialista  em sexo e relacionamentos Annabelle Knight. “Não precisa, necessariamente, ser um(a) parceiro(a) de longo prazo. Algumas pessoas sabem, instintivamente, o que funciona para um novo amante, e a alegria de transar com alguém novo pode lhe dar o melhor sexo de todos os tempos.”

Prepare o ambiente

Pexels

Annabelle recomenda que você esteja em um ambiente em que se sinta confortável. Pode ser o quarto ou outro cenário, se você estiver no mood para aventuras. Também ajuda se não houver interrupções. “Pense em mudar a iluminação, adicionar algumas velas perfumadas e até colocar champanhe no gelo se estiver se sentindo extravagante”, sugere.

Assim que essa organização se tornar rotineira, mude-a novamente. “Uma das maiores barreiras para um orgasmo melhor é a rotina, então sou a favor de variar as configurações”, diz a especialista.

Tente novas posições

Pexels

Além de te proporcionar orgasmos incríveis, encontrar a posição que mais funciona para você pode mudar toda a sua vida sexual.

Com um parceiro(a)

“Pesquisas mostram que homens e mulheres tendem a chegar ao clímax mais facilmente durante a relação sexual fazendo sexo por trás, conhecido como ‘posição do cachorrinho’ ou ‘de quatro’”, diz Annabelle. “É a posição sexual mais popular, escolhida por 42% dos entrevistados em uma pesquisa da Lovehoney. É uma ótima posição para mulheres que gostam de penetração profunda e estimulação do ponto G durante a relação sexual. O próximo mais popular foi a posição de missionário, seguido por cowgirl (ela no topo).”

Manter o sexo prazeroso com um(a) parceiro(a) de longa data pode ser um desafio, já que é muito fácil manter a mesma rotina. Mas inovar e experimentar novas posições pode ajudá-la a ter um orgasmo melhor e aumentar o desejo sexual do casal, especialmente se sua libido estiver baixa.

Sozinha

A masturbação também é uma ótima forma de conhecer seu corpo e saber o que te faz “chegar lá”. Você pode investir em sex toys ou utilizar as mãos, mas não tenha medo de testar novas posições.

Deitada: “Este é o mais popular”, diz a especialista. “É quando você simplesmente se deita e alcança entre as pernas com as mãos ou com um brinquedo.”

Apoiada: “Esta posição envolve sentar-se ereta enquanto descansa contra uma pilha de travesseiros ou na lateral da cama”, indica ela. “Como você está mais perto da vagina, a penetração fica mais fácil.”

Pernas abertas: “Esta é basicamente a posição de lótus, da ioga. Fique sentada com as pernas abertas para os lados e dobradas, para que seus tornozelos fiquem bem na frente de seus órgãos genitais”, instrui. “Isso cria tensão nos músculos do assoalho pélvico.”

Espelho, espelho meu: “Essa é outra posição sentada. Envolve estar na frente de um espelho para que você tenha uma ótima visão da ação. Você pode experimentar diferentes ritmos, traços e padrões.”

Respeite seu tempo — e relaxe!

Pexels

A intimidade — solo ou com outra pessoa — funciona muito melhor quando você está relaxada. Por isso, reserve um tempo para esquecer do estresse cotidiano e aproveitar melhor seu tempo de prazer.

Annabelle ainda pontua que, conforme você fica mais confiante, você se sente mais relaxada durante o sexo. “Essa confiança vem de ter uma comunicação sexual com quem você está prestes a fazer sexo: saber seus gostos e desgostos e o que realmente excita vocês. Estamos todos um pouco nervosos na primeira vez que dormimos com alguém novo, isso é totalmente normal.”

Além disso, não se pressione para chegar ao clímax rapidamente. A especialista reitera que o tempo para chegar ao orgasmo depende da pessoa e de seu humor, além de quanto tempo faz que você fez sexo pela última vez. “O clímax tende a demorar mais para chegar na segunda vez que você faz sexo, mas não há um tempo definido.” 

Da mesma forma, Anabelle diz que você pode retardar seu orgasmo por até uma hora por meio de práticas como o sexo tântrico, e acabar experimentando o orgasmo mais “explosivo” de todos os tempos. 

Escolha um sex toy para te ajudar

Unsplash

Usar um vibrador — ou outros brinquedos sexuais — pode aumentar suas chances de ter um orgasmo melhor. “Com um vibrador, não tem erro”, brinca a especialista, que contextualiza: “Estudos mostraram que 80% das mulheres atingem o clímax mais facilmente com um brinquedo sexual do que sem. A beleza dos vibradores é que eles vêm em diferentes formas, tamanhos e formas para atender a quaisquer necessidades.”