Saúde da mulher

4 dicas para acabar com inchaço abdominal em uma semana, segundo especialistas

Crédito: Freepik

O inchaço abdominal é uma condição comum derivada da flatulência e retenção de líquidos do organismo. Apesar de normal, essa é uma condição que causa incômodo, principalmente estético. 

+ 6 dicas para perder 15% do seu peso e afastar o diabetes tipo 2


+ 7 maneiras comprovadas para emagrecer sem dieta ou exercícios

“Temos mais bactérias em nosso corpo do que células. Essas bactérias estão causando estragos. Elas fazem parte do nosso sistema imunológico e digestivo, mas para algumas pessoas a natureza das ‘bactérias boas’ foi alterada e está fermentando e desencadeando em inchaço”, explica o médico Steven Lamm ao “Today”, de onde são as informações.

Para quem sofre de inchaço, a boa notícia é: é possível diminuir a circunferência em uma semana (ou menos); veja a seguir quatro dicas recomendadas por especialistas:

Mantenha a boca fechada 

Nesse contexto, manter a boca fechada não significa parar de comer. “A ingestão de quantidades excessivas de ar, também conhecida como aerofagia, pode ser uma das causas do inchaço abdominal e da dor intestinal”, afirma Lamm. Isso acontece ao engolir ar em excesso, fazendo com que a quantidade não seja absorvida no intestino delgado (que seria arrotado), permanecendo no abdômen e causando inchaço e desconforto. Alguns hábitos que podem evitar que isso aconteça são: beber sem canudo, mastigar devagar, não mascar chiclete e balas, evitar falar enquanto mastiga e não fumar.

Escolha os alimentos ideais

Não é novidade que alimentos ricos em farinha branca, açúcar e adoçantes, embutidos, industrializados, bebidas gaseificadas e álcool contribuem para as gases e inchaço. Portanto, é preciso evitá-los.

Segundo o médico de família Mark Hyman, é importante investir em uma dieta composta por proteínas — ovos, frango, carne e peixe —, vegetais crocantes e verdes, como couve, brócolis, aipo e couve-flor, bem como nozes, sementes, frutas vermelhas e maracujá. 

Bebidas aliadas

Líquidos (saudáveis) são importantes aliados no processo de desinchar, contanto que não sejam refrigerantes, sucos, adoçados, industrializados e álcool.

Além da água sem gás, Steven Lamm sugere matar a sede com bebidas saudáveis e de propriedades anti-inflamatórias. As duas principais opções são: chá verde e chocolate 100% cacau em pó — pesquisa indica que o chocolate amargo (sem excesso) estimula as bactérias boas no intestino a produzir compostos anti-inflamatórios.

Complemente a dieta

Se quiser complementar a dieta, Hyman indica aderir aos suplementos de probióticos para reconstruir as bactérias saudáveis do intestino.