Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Os Estados Unidos cobraram nesta segunda-feira da Coreia do Norte que admita ter ordenado o ataque cibernético aos estúdios Sony Pictures, de Hollywood, e pagar pelos danos que causou. "Se quiserem ajudar aqui, poderiam admitir sua culpa e indenizar a Sony", disse a vice-porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, a jornalistas.

Os Estados Unidos acusaram a Coreia do Norte de ser responsável pelo ataque cibernético contra a Sony Pictures.O ataque, revelado no fim de novembro pela Sony, paralisou o sistema informático da companhia e foi acompanhado da difusão da web de cinco filmes do estúdio, alguns ainda não lançados, de dados pessoais de 47.000 funcionários da empresa, de documentos confidenciais como o roteiro do próximo filme de James Bond e de uma série de e-mails muito embaraçosos para os altos executivos da Sony. O FBI atribuiu o ataque, reivindicado pelo grupo de hackers GOP (Guardiães da Paz), para a Coreia do Norte, que negou reiteradamente sua participação no fato.