Mundo

Americano processa hospital depois de acordar de exame vestindo uma calcinha pink

Americano processa hospital depois de acordar de exame vestindo uma calcinha pink

100_1232.jpg

 

Um homem de 32 anos está processando o Centro Cirúrgico de Delaware, nos Estados Unidos,  por danos morais após acordar de uma colonoscopia usando uma calcinha pink. O caso ocorreu em 2012 e Andrew Walls, da cidade de Dover, acredita ter sido vítima de uma ‘pegadinha’.As informações são do New York Post.

A ação civil em andamento na Corte Superior de New Castle diz que "quando o autor da ação se recuperou dos efeitos da anestesia, ele percebeu que roupas íntimas femininas haviam sido colocadas nele". O documento ainda descreve que a vítima não estava usando a peça de roupa ao chegar para o exame e que em nenhum momento solicitou voluntária, ciente ou intencionalmente a vontade de vestir a peça feminina.

Andrew era funcionário do Centro Cirúrgico quando se submeteu ao exame.A diretora da instituição, Jennifer Anderson, se recusou a comentar o caso, afirmando que acabou de tomar conhecimento sobre ele.

 

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior