Gente

Bate-boca rende um Rolex

A escritora Carla Leonel foi visitar um paciente no Hospital Israelita Albert Einstein e deixou seu Rolex escondido no carro, no estacionamento.


Quando voltou, o relógio tinha sumido. Falou com os guardadores dos carros, os donos da empresa, os diretores do hospital e nada. Pior ainda: foi tratada como golpista. Magoada com tamanha falta de respeito, Carla comprou um Rolex igual ao seu, no valor de R$ 7,6 mil, e doou ao hospital. “Foi a forma que eu encontrei para protestar contra o descaso do Einstein”, disse ela. Até agora, o hospital não se manifestou.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais