Seu bolso

Como escolher a mala de viagem

Todos os modelos submetidos à avaliação de resistência pela Proteste estão sujeitos a quebra. Confira o que considerar ao adquirir um produto

Como escolher a mala de viagem

Um teste de resistência realizado pela Proteste com dez modelos diferentes de malas – as mais presentes no mercado – constatou que nenhuma delas é boa o suficiente e que o consumidor pode, em algum momento, ter de gastar com o conserto de rodinhas, zíperes ou laterais afundadas. Além disso, a pesquisa apontou que pagar mais caro em um produto não significa ter maior qualidade. “Produtos que tiveram a mesma pontuação podem ter uma diferença de preço de quase R$ 200”, afirma Brunna Festa, técnica da Proteste que coordenou a pesquisa. Paulo Pudney Tonindel é proprietário da Casa Sorocabanos, empresa de conserto de malas há mais de 40 anos no mercado, que reforma, em média, 50 unidades por dia. Ele confirma, na prática, as conclusões do levantamento. “O melhor a fazer é verificar a garantia do produto e se há assistência técnica autorizada próxima ao consumidor”, alerta Tonindel. Confira abaixo mais dicas para diminuir os prejuízos. 

IEpag106_Bolso.jpg

IEpag107_Bolso.jpg

 

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago