Entrevista

Celso kamura

“Eu acalmo a presidenta”

“Eu acalmo a presidenta”

O cabeleireiro de Dilma Rousseff revela as conversas que mantém no Palácio da Alvorada e analisa a aparência dos presidenciáveis Aécio Neves e Eduardo Campos

por Josie Jeronimo
Edição 05/02/2014 - nº 2306

VERMELHAS-01-IE.jpg
RISADAS
Kamura diz que fez Dilma rir com vídeos do YouTube

Cabeleireiro oficial da presidenta Dilma Rousseff há três anos, Celso Kamura conseguiu o que muitos dos 39 ministros da Esplanada estão longe de alcançar: uma relação descontraída e absolutamente espontânea com a chefe de Estado. E isso não é dito apenas por ele. Os assessores mais próximos de Dilma não negam que quando está com o cabeleireiro a presidenta deixa um pouco de lado o perfil de gerentona intransigente com o qual se notabilizou. Pelo contrário. Na relação entre os dois, Kamura tem carta branca da presidenta para dar bronca, se for necessário, como ocorreu logo após a aparição de Dilma no sorteio dos grupos da Copa do Mundo. “Eu falei para ela: ‘Presidenta do céu!. E a cara toda oleosa?’ Ela falou: ‘Nossa, Kamura, esqueci de passar o pó’”, conta o hair stylist preferido das estrelas.

É com essa mesma espontaneidade e excesso de sinceridade que Kamura se refere aos outros presidenciáveis na entrevista que concedeu à ISTOÉ na última semana. Entre Aécio Neves, Eduardo Campos e Marina Silva, o seu preferido no quesito aparência é o pernambucano. Mesmo assim, ele não poupa de críticas o corte de cabelo do socialista. Já o de Aécio foi elogiado: “O cabelo do Aécio está melhor agora, mais curto. Perdeu um pouco a cara de playboy”. Quanto à presidenta, Kamura revela que, durante a campanha eleitoral de 2010, ela aprendeu a fazer a própria maquiagem, mas que ultimamente tem andado um pouco desleixada. “Isso me preocupa”, diz o fiel cabeleireiro.

VERMELHAS-02-IE.jpg
"O visual da Marcela Temer está de acordo com
a idade dela. Ela não tem que parecer velha
só porque é a esposa do vice-presidente"

  

VERMELHAS-03-IE.jpg
"Marina Silva a gente já viu em uma campanha
presidencial. Ela usou uma maquiagen-zinha e melhorou"


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Fotos: Masao Goto Filho/ Ag. Iat; PAULO GIANDALIA /AE; Antonio Milena/Ag. O Dia

ISTOÉ

A presidenta Dilma Rousseff é famosa por dar grandes broncas em seus auxiliares mais diretos. Como o sr. enfrenta isso? 

Celso kamura

Eu sei dessa fama que ela tem, já vi que ela é brava. Comigo nunca foi, mas já foi brava com outras pessoas na minha frente. Comigo é bem diferente. Ela me trata de forma muito amistosa. 

v
ISTOÉ

Por que com o sr. é diferente? 

Celso kamura

Eu acalmo a presidenta. Ela já me falou isso várias vezes. Mesmo na casa dela, todo mundo faz parte desse mundo da política. Quando eu chego, parece que a Dilma está falando com uma pessoa de outro mundo. Ela dá risada e a gente conversa muito. Ela me passa muita coisa boa. Posso estar errado, mas, como eu faço a cabeça dela, no mínimo tenho que gostar dela. Como eu posso fazer a cabeça de uma pessoa que eu não gosto? 

ISTOÉ

É raro as pessoas verem a presidenta dando risada, não é? 

Celso kamura

Já disse que comigo é diferente. Ela ri, e ri muito. Sabe do que ela gosta? Ela adora quando eu mostro para ela essas palhaçadas de vídeos que estão bombando na internet. A presidenta morre de dar risada. Eu levava para ela os vídeos do cara que faz as imitações dela no YouTube. Ela acha engraçado demais. Quando termina ela fala: “Mostra mais, mostra mais”. 

ISTOÉ

O sr. conheceu a presidenta na campanha eleitoral de 2010 e promoveu uma mudança no visual da então candidata. Para a disputa deste ano podemos esperar alguma surpresa? 

Celso kamura

A Dilma é muito conservadora, então as mudanças têm que ser sutis. Na verdade, eu gostaria que ela mudasse de visual. Os caras da minha profissão sempre acham que as pessoas têm que mudar. Talvez até a campanha ela mude um pouco, deixe a franja crescer. 

ISTOÉ

Ela já sabe disso? 

Celso kamura

Já falei para ela deixar crescer. Mas ela resiste, porque do tamanho que está ela consegue arrumar o cabelo sozinha. Ela acha que um pouco maior vai complicar para passar o secador. Do jeito que está, é montado. Ela põe uns bobes de velcro, faz a maquiagem e está pronta. Durante a campanha, ela aprendeu a fazer a própria maquiagem e não precisa de mim toda hora. 

ISTOÉ

Mas as imagens dela feitas na semana passada em Portugal mostram um certo descuido com a maquiagem. 

Celso kamura

Ela teve um dia muito atribulado e a pele dela é mais oleosa, não resiste tanto tempo assim. Aquela imagem foi a de uma pessoa depois de um dia cheio. A maquiagem venceu. Mas ela não sai mais sem maquiagem. Ela aprendeu tudo no tempo da campanha, porque todo dia tinha que fazer cabelo e rosto. Depois que virou presidenta, ela não me chamou mais para o dia a dia. Eu fiquei preocupado. Como será a presidenta cuidando da maquiagem? Mas ela se saiu bem. Antes, ela usava produtos que não resolviam o problema. Eu indiquei alguns produtos resistentes, à prova d’água que melhoraram a aparência da pele.  

ISTOÉ

Os presidenciáveis que vão disputar as eleições contra Dilma têm uma boa imagem? 

Celso kamura

Eu já falei para o Aécio Neves que eu tenho que cortar o cabelo dele. Está sempre mal cortado. Outro dia, eu o encontrei em um casamento e ele estava com o cabelo meio comprido. Falei: “Seu cabelo está sempre despenteado”. Ele disse que iria ao meu salão, mas até hoje não apareceu. O cabelo do Aécio está melhor agora, mais curto. Eu ficava incomodado como ele usava o cabelo meio playboy. Pelas imagens recentes dele na televisão, ele cortou e perdeu um pouco a cara de playboy. 

ISTOÉ

E o governador Eduardo Campos? 

Celso kamura

O Eduardo Campos tem um rosto tão bonito que aquele cabelo que ele usa não compromete. A Marina Silva a gente já viu em uma campanha presidencial. Ela usou uma maquiagenzinha e melhorou. Agora continua do mesmo jeito. 

ISTOÉ

É verdade que depois da vitória da Dilma o sr. virou o cabeleireiro do PT? 

Celso kamura

Não, eu nem voto em partido. Eu tenho vários clientes da política, não só do PT. Ultimamente está calhando de esses caras mais importantes do Executivo serem meus clientes. E como conheço as pessoas, acabo votando nelas, pois estão concorrendo. Aconteceu com o Fernando Haddad, com a Marta Suplicy e a Dilma, que conheci nas eleições. Mas meus clientes não são só petistas. Atendo gente de todos os partidos. Conversando com o cliente decido se voto ou não. Mas eu não sou de partido, sou de pessoas. Coincidentemente, agora pode ter mais gente do PT, mas não é uma regra eu votar no partido. E a lista de clientes políticos só aumenta nas eleições. Depois de fazer o cabelo da Dilma durante a disputa, eu já atendi cliente que falou que veio cortar o cabelo comigo porque disseram que eu dou sorte. 

ISTOÉ

Quem disse isso? 

Celso kamura

Não gosto de citar nomes, mas o primeiro que me falou isso foi um candidato a prefeito de Campinas. Eles vêm e trazem as mulheres. Nem se tornam clientes, só aparecem mesmo em época de eleição. Eu dou sorte para todo mundo.
 

ISTOÉ

O sr. cuida das atrizes mais belas do País e da chefe de Estado. Consegue conversar com a presidenta os mesmos assuntos que trata com as modelos que frequentam seu salão? 

Celso kamura

Eu não entendo e não gosto de política. Eu leio o noticiário para tentar entender o que está acontecendo. Mas, se eu não entender, lavo as mãos e não quero saber. Não trabalho com política. Sei que política é complicada e que nem sempre os governantes fazem o que têm que fazer por disputas partidárias, essas coisas. Acho que eu e a presidenta nos damos bem justamente porque eu quase não falo de política com ela.  

ISTOÉ

Não tem curiosidade de perguntar a ela coisas relativas a política? 

Celso kamura

Às vezes, quando tem algum escândalo em capa de revista, é lógico que eu comento com ela sobre o que aconteceu. Aí, ela me explica. Mas eu também não acho que sejam assuntos que ela goste de falar fazendo o cabelo. Quando estou fazendo o cabelo dela, levo revistas de celebridade. Ela lê tudo, devora. Dilma até tem paciência comigo para me explicar política. Mas para discutir política com ela, eu teria que entender profundamente. Nem sempre eu sei se as notícias estão certas ou erradas. Aí eu pergunto: “Essa notícia está certa, presidenta?” É um papo bem mais light.  

ISTOÉ

É melhor trabalhar com políticos ou com artistas? 

Celso kamura

Para o meu trabalho, é bom para trabalhar com moda. A moda abre a cabeça, deixa as pessoas mais criativas. Na política não tem espaço para criatividade. Inovação não rola, não é bom para o político. Por isso, é melhor trabalhar com moda. Em política eu exerço o oposto. Mas acho que só faltava isso para mim. Antes de eu atender a Dilma, eu achava que já tinha feito tudo na área de beleza. Já tinha atendido cantora, atriz, modelo. Mas eu nunca achei que um dia faria uma presidente. Você monta o look para deixar a pessoa bonita e passar credibilidade. Beleza e credibilidade, é só isso. Às vezes a mulher é uma loucura de linda, com cabelão, mas aquele visual não dá credibilidade.  

ISTOÉ

É melhor trabalhar com políticos ou com artistas? 

Celso kamura

Para o meu trabalho, é bom para trabalhar com moda. A moda abre a cabeça, deixa as pessoas mais criativas. Na política não tem espaço para criatividade. Inovação não rola, não é bom para o político. Por isso, é melhor trabalhar com moda. Em política eu exerço o oposto. Mas acho que só faltava isso para mim. Antes de eu atender a Dilma, eu achava que já tinha feito tudo na área de beleza. Já tinha atendido cantora, atriz, modelo. Mas eu nunca achei que um dia faria uma presidente. Você monta o look para deixar a pessoa bonita e passar credibilidade. Beleza e credibilidade, é só isso. Às vezes a mulher é uma loucura de linda, com cabelão, mas aquele visual não dá credibilidade.  

ISTOÉ

A mulher do vice-presidente, Marcela Temer, tem esse look “cabelão”. É uma aparência adequada para o posto de primeira-dama? 

Celso kamura

Não vejo muito a Marcela Temer. Vi algumas fotos dela. Pessoalmente, só umas duas vezes. O visual dela está de acordo com a idade. Ela não tem que parecer velha só porque é a esposa do vice-presidente.  

ISTOÉ

O que o sr. aprendeu com a presidenta? 

Celso kamura

Ela me ensinou um monte de coisas, mas principalmente a ser mais sério ao tratar de negócios. Eu sou um bom profissional para fazer cabelo, mas como empresário, administrador, eu tenho muitas deficiências. Não lido com isso muito bem. A presidenta Dilma tem me ensinado muita coisa para superar minhas dificuldades para agir como administrador na gerência de meu próprio negócio.
 

ISTOÉ

A presidenta é vaidosa? 

Celso kamura

Acho que ela passa a imagem de uma pessoa real. Eu não gostaria de ter uma presidente montada. Tem presidente por aí que, você pode ver, passa o dia montadíssima. Um exemplo é a argentina Cristina Kirchner. A Dilma, não, ela passa uma coisa real, da mulher que ela é. Mas eu gosto também quando ela está mais arrumada e as pessoas notam que fui eu que fiz. Às vezes eu vejo que ela errou e pintou demais o olho, mas eu até gosto de ver que ela está ousando. Mesmo assim, eu digo: “Ah, presidenta. Comigo eu passo um pouquinho só de preto e a senhora fica reclamando. Aí, quando está sozinha, a senhora passa um pretão”. No dia do sorteio da Copa do Mundo, ela estava no calor do Rio de Janeiro e apareceu supersuada. Eu liguei para perguntar o que tinha acontecido e quando a encontrei falei sem meias palavras: “Presidenta do céu! E a cara toda oleosa?” Ela respondeu: “Nossa, Kamura! Esqueci de passar o pó”. “Mas a senhora não pode passar, tem que depositar”. Dilma, então, explicou que o dia foi tão corrido que ela esqueceu. 

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.