Em Cartaz

Raoul Dufy: o pintor da vida moderna

(Museu de Arte Moderna, São Paulo)

Abrangente e bem selecionada, a mostra vinda de Paris reúne 32 telas e 24 aquarelas que justificam o título de pintor da alegria dado ao francês Raoul Dufy (1877-1953). Apaixonado pelos temas marítimos, Dufy cobria o horizonte de suas pinturas com um azul luminoso e quase transparente, certamente lembrança do céu e do mar do Havre, porto no Norte da França onde ele nasceu. Dufy começou impressionista, fez parte do fauvismo, flertou com o cubismo, mas acabou criando um estilo bem pessoal. Munido de um desenho ágil e de cores sempre brilhantes, o artista se especializou em retratar regatas, corridas de cavalos e amenidades mundanas. Mas sempre o fazia com tal graça e leveza que não raro se dizia que suas obras embriagavam de ar e luz quem as via. A observação continua verdadeira. (I.C.)
NÃO PERCA