Em Cartaz

Trevisan erótico

Dalton Trevisan, o Vampiro de Curitiba, não dá entrevistas e não gosta de falar muito

Trevisan erótico

Lucilia-Guimarães.jpg

Dalton Trevisan, o Vampiro de Curitiba, não dá entrevistas e não gosta de falar muito. É natural que prefira narrativas curtas, como as apresentadas em “Novos Contos Eróticos” (Record). Ele sabe também que o erotismo se diferencia da vulgaridade por mostrar o desejo pelas frestas, apenas por meio da fagulha que o faz nascer. Um exemplo: a história da professora de literatura do conto “Capitu Sou Eu”, apaixonada por um aluno insolente para quem a personagem de Machado de Assis era apenas isso: “uma mulherinha à toa”. Exatamente como ele vê a mestra.  

Divu.jpg

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Honda apresenta a Rebel CMX1100 para bater de frente com a Harley-Davidson
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel